Eventos em homenagem ao Dia do Trabalhador disponibilizam cerca de 3,5 mil vagas

Por Marina Cardoso

Eventos em comemoração ao Dia do Trabalhador vão oferecer cerca de 3,5 mil vagas. Haverá ações no Maracanã e em Volta Redonda
Eventos em comemoração ao Dia do Trabalhador vão oferecer cerca de 3,5 mil vagas. Haverá ações no Maracanã e em Volta Redonda -

Com o mercado formal de trabalho com um saldo negativo de mais de 43 mil empregos de carteira assinada em março, segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) na semana passada, eventos em homenagem ao Dia do Trabalhador serão uma boa oportunidade para quem está em busca de uma vaga de emprego ou uma recolocação no mercado de trabalho. São cerca de 3,5 mil vagas de trabalho disponíveis. Além das oportunidades, as cidades terão ainda serviços gratuitos, aplicação de vacinas e shows. 

De amanhã até o dia 4, a Comunidade Católica Gerando Vidas promove a 'Festa do Trabalhador' no Sindicato de Telefonia do Rio de Janeiro (Sinttel Rio), a partir das 10h. Serão oferecidas 2 mil vagas para áreas de serviço e saúde. Entre os cargos ofertados, há vagas para Operador de Caixa, Auxiliar de Loja, Auxiliar de Serviços Gerais e oportunidades para PCDs. A entrada é gratuita. 

"Pelo momento que nosso país e, principalmente, nosso estado está vivendo, a realização de um evento como esse é uma oportunidade para quem está em busca de um trabalho se candidatar diretamente para uma oportunidade", afirma Paulo Vasconcelos, organizador do evento. Além disso, o evento terá diversas apresentações artísticas e área de lanches. 

Também para comemorar o Dia do Trabalhador com oportunidades de emprego, a prefeitura de Volta Redonda lança o primeiro mutirão de postos de trabalho. Serão mais de 15 empresas envolvidas que disponibilizarão pelo menos 1,5 mil vagas para a população. O evento acontece das 08h às 17h, na Ilha São João.

O secretário de desenvolvimento Econômico e Turismo de Volta Redonda, Joselito Magalhães explicou como que irá funcionar a dinâmica do atendimento. "Primeiro ocorre uma triagem onde será verificado o perfil da pessoa. Logo em seguida, o candidato será direcionado para uma das palestras em forma de bate-papo. Após isso, poderá se encaminhar para o estande das empresas que estarão no local. A partir de então, cabe às empresas decidir como será o processo. Em alguns casos, a entrevista já é agendada", contou o secretário.

Além disso, o evento também irá contar com cursos e capacitações. Através dessas oficinas, os trabalhadores terão a possibilidade de identificar as oportunidades e descobrir as habilidades e competências. O Sine fará agendamentos para confecção de Carteira de Trabalho. 

É importante lembrar que no dia do mutirão do emprego as pessoas devem levar os seguintes documentos: cópias do RG, CPF, e um currículo atualizado.

Onde estão as oportunidades de emprego no Estado do Rio 

Após o anúncio da diminuição de 43 mil postos de trabalho em março, o feriado desta semana não tem tanto a ser comemorado. Porém, como ou sem ocupação, é hora de repensar o que está se buscando no mercado de trabalho. Especialistas indicam quais as áreas mais promissoras no estado, e no que vale a pena apostar para quem está na fila do desemprego. Áreas relacionadas à tecnologia prometem mais oportunidades até 2020.

Para quem mora no Rio de Janeiro, a situação não está confortável, aumentando a disputa por uma oportunidade. A professora da Fundação D. Cabral Janaina Ferreira lembrou que, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a Cidade Maravilhosa ficou em 181º lugar no ranking nacional de cidades com ofertas de trabalho.

“A pesquisa indica, portanto, que a capital está com baixa capacidade na geração de vagas. E entre os demais municípios somente Volta Redonda está na lista das 50 cidades que mais criaram vagas em 2018”, revela a professora. O município ocupou o 37º lugar no ranking.

Com base na pesquisa feita pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Janaína ressalta que há dez setores que se apresentam como mais promissores para contratação até o ano de 2020: Atendimento ao Cliente, Compras, Comercial, Ouvidoria, Comunicação, Marketing, Recursos Humanos, Serviços Gerais, Tecnologia da Informação e Planejamento.

Para Fabrício Kuriki, gerente de Negócios da empresa Catho, as áreas de geologia e engenharias saem na frente. “Estão bastante relacionados aos setores de energia e mineração, onde o estado do Rio de Janeiro conta com a forte presença de grandes grupos do setor como Petrobras e Vale. Além disso, a indústria naval brasileira está praticamente concentrada no estado do Rio de Janeiro”, argumenta.

E a lista só aumenta para o lado das novas tecnologias para diversos níveis de formação: Janaína destaca a necessidade de formação superior para biotecnologistas, engenheiros de mobilidade, petróleo e outros. “Já para o nível médio/técnico se destacam desenhistas técnicos em Eletricidade, Eletrônica e Eletromecânica, e técnicos em Mecatrônica”, revela. Também aparecem outras duas profissões para nível básico - Trabalhadores de tratamento de superfícies de metais e de compósitos e Supervisores de Produção em Indústrias de transformação de plástico.

E completa: “Para a área de produção, será muito difícil conseguir um vaga quem não tem pelo menos um curso técnico. E para as carreiras da área de gestão, é essencial ter, no mínimo, o nível superior”.

Por outro lado, quem está investindo em formação para Serviços podem não conseguir uma vaga. “Em razão da atual automação de funções e processos, algumas profissões já se encontram em declínio de empregabilidade - caixas de lojas e supermercados, funcionários de bancos e seguradoras, secretárias, recepcionistas e telefonistas, agentes de viagens e operadores de telemarketing são alguns exemplos”, explica Janaína.

CAMINHO DAS PEDRAS

Na procura, dar maior atenção ao relacionamento com outros profissionais da área pode ser a carta na manga para conseguir uma chance. “A saída ainda está na capacidade do profissional de gerar network. Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, aqueles que buscam desenvolver relacionamentos com outros profissionais são mais lembrados na hora de uma oportunidade”, explica o coordenador dos cursos de graduação na área de gestão da Celso Lisboa Escola de Negócios, Mauro Félix.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Eventos em comemoração ao Dia do Trabalhador vão oferecer cerca de 3,5 mil vagas. Haverá ações no Maracanã e em Volta Redonda AGÊNCIA O DIA
A Comunidade Gerando Vidas promove quatro feirões com 1.285 chances de emprego. Divulgação

Comentários