Franquias registram aumento de faturamento no segundo trimestre do ano

Dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF) apontam crescimento de 5,9% em relação a 2018

Por Bernardo Costa

Expo Franchising SP bateu recorde de visitação de público: 66.200 pessoas em quatro dias de evento. Feira de franquias do Rio será em setembro, com expectativa de 22 mil visitantes e R$ 160 milhões em negócios
Expo Franchising SP bateu recorde de visitação de público: 66.200 pessoas em quatro dias de evento. Feira de franquias do Rio será em setembro, com expectativa de 22 mil visitantes e R$ 160 milhões em negócios -
A um mês da Expo Franchising ABF Rio, que vai reunir 200 marcas de franquias no Centro de Convenções Sulamérica, os números divulgados pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) trazem expectativa positiva para a geração de novos negócios e empregos no Rio. A avaliação é de Beto Filho, presidente da ABF Rio. Segundo ele, a capacidade de prever comportamentos do mercado e promover adaptações com rapidez são fatores que fizeram as franquias crescer 5,9% no segundo trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2018. Segundo a pesquisa da ABF, o faturamento entre abril e junho no país foi de R$ 43,1 bilhões. Nas 159,6 mil lojas espalhadas pelo país, foram gerados 1,3 milhão de empregos diretos — 10% a mais na comparação com o ano passado.
"As franquias têm uma experiência de mercado que permite uma rápida tomada de decisão para reagir às tendências e adversidades econômicas. Redução de preços para consumidor e formatos mais acessíveis para o franqueado, como quiosques, são exemplos de estratégias que deram certo", diz Beto Filho.
No setor de alimentação, as adaptações aparecem no cardápio. Para acompanhar a preferência crescente de clientes por opções mais saudáveis, a Parmê lançou a pizza vegana neste semestre. A expectativa é aumentar o faturamento em 5%. "Procuramos colocar pratos variados para todos os gostos. Queremos atingir as famílias e o público mais jovem com outras opções", diz Dudu Mesquita, consultor de gastronomia da rede Parmê.
Koni apresenta novo modelo de negócios dedicado à culinária asiática - fotos de Eduardo Guedes/Divulgação
A marca Koni fez uma reformulação maior e criou novo modelo negócios: a loja dedicada à culinária asiática, cuja primeira unidade foi inaugurada no mês passado, no Barra Shopping. "Nossa ideia é liderar o movimento de democratização da culinária asiática no Brasil. Ela é a que mais cresce nos EUA, tendo um aumento anual de 500% desde 1999", aposta o diretor da marca Koni, Luiz Lima.
Vai Voando lançou modelo de microfranquias em comunidades - Divulgação
MICROFRANQUIAS EM ALTA
Na Expo Franchising ABF Rio, que será entre os dias 12 e 14 de setembro, haverá um espaço exclusivo para as microfranquias, com investimento inicial de até R$ 90 mil. É o modelo em que aposta a agência de viagens Vai Voando, que aproveita o bom momento do setor de Turismo — o que mais cresceu no Rio em número de unidades no segundo trimestre — para atrair novos franqueados. Voltada para as classes C, D, E, a marca vende pacotes de viagens para moradores de comunidades. O investimento inicial é a partir de R$ 3 mil.

Galeria de Fotos

Vai Voando lançou modelo de microfranquias em comunidades Divulgação
Koni apresenta novo modelo de negócios dedicado à culinária asiática fotos de Eduardo Guedes/Divulgação
Expo Franchising SP bateu recorde de visitação de público: 66.200 pessoas em quatro dias de evento. Feira de franquias do Rio será em setembro, com expectativa de 22 mil visitantes e R$ 160 milhões em negócios Studio F

Comentários