chance temporáriasna Páscoa

São esperadas contratações de 14 mil funcionários de forma direta e indireta no período este ano. Uma parte dos trabalhados tem possibilidade de ser efetivada

Por Marina Cardoso

No Rio, há vagas de emprego em pelo menos duas empresas. Candidatos devem se inscrever o quanto antes
No Rio, há vagas de emprego em pelo menos duas empresas. Candidatos devem se inscrever o quanto antes -

Para quem não vê uma luz no fim do túnel e não consegue recolocação efetiva no mercado, as vagas temporárias podem ser oportunidade de conseguir renda de forma provisória. No período de Páscoa, empresas e lojas de chocolate abrem vagas por conta da alta procura e produção de ovos de Páscoa e outros itens tipos. De acordo dados da Associação Brasileira da Indústria de Chocolate, Amendoim e Balas (Abicab), são esperadas as contratações temporárias de 14 mil pessoas de forma direta e indireta no período. 

Segundo o presidente da Abicab, Ubiracy Fonsêca, neste ano a oferta de vagas diminuiu em comparação ao ano passado, quando foram mais de 18 mil oportunidades. "Em 2019 foi contratado mais gente do que o necessário. Houve um excesso e, com isso, em 2020 não há tanta necessidade de mão de obra", afirma ele. 

As posições temporárias contemplam tanto a linha de produção (fábricas) quanto pontos de venda. Só nas fábricas há incremento de cerca de 16% no volume de mão de obra no período, segundo a Abicab. O período de contratação já começou desde o ano passado, mas ainda há vagas abertas.

"Pessoas estão sendo contratadas agora para postos em lojas. Geralmente, o período de trabalho é até o fim do mês da Páscoa, para elas organizarem o que restou dos produtos", explica Fonsêca.

Ele ainda diz que o profissional deve se destacar, pois uma parte acaba sendo contratada em definitivo pelas empresas. "A Páscoa é uma boa oportunidade para quem está à procura de um emprego fixo. Muitas pessoas mudam de emprego, se aposentam ou são demitidas. É uma porta de entrada para outros trabalhadores", explica Fonsêca.

Conforme Sonia Pelay, especialista em RH e diretora adjunta do Instituto Brasileiro Pró-Educação, Trabalho e Desenvolvimento (Isbet), para quem vai disputar vaga na área do comércio é preciso ter em mente duas coisas.

"Os profissionais precisam ser prestativos e atenciosos, assim podem conquistar vaga efetiva. Na entrevista, precisa ser comunicativo para chamar atenção e atrair atenção do recrutador", explica.

Além disso, precisa ter boa dicção para que conquiste a vaga. "Hoje faltam pessoas capacitadas na área do comércio. Elas precisam mostrar pro-atividade para conseguir o cargo", finaliza Sonia. 

 

Saiba como tentar a vaga

Para quem está atrás de oportunidade, a A Lacta está com mais de 370 vagas para o período no Estado do Rio, e mais de 4 mil no Brasil todo. Os interessados devem se inscrever no site da agência parceira SPOT, responsável pelo recrutamento no Rio: https://pascoa.spotpromo.com.br/.

Pode se candidatar é preciso ter, no mínimo, 18 anos, Ensino Médio completo, experiência com abastecimento/merchandising. Habilidade com tecnologia será um diferencial, além de flexibilidade de escolaridade para Ensino Fundamental completo apenas para contratação de PCDs. O tempo de contratação é de 14 dias.

Já a Chocolates Brasil Cacau está com vagas para todas as lojas do estado. Segundo a empresa, vão ser contratadas pelo menos duas pessoas para cada estabelecimento. É necessário entregar o currículo na loja de preferência. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários