Escola de Negócios e Seguros lança plataforma de ensino online

Tecnologia permite conectar 70 pessoas ao mesmo tempo

Por O Dia

Escola de Negócios e Seguros lança a primeira Sala do Futuro da América Latina
Escola de Negócios e Seguros lança a primeira Sala do Futuro da América Latina -
Com experiência de quase 50 anos em formação e qualificação de mão de obra, a Escola de Negócios e Seguros (ENS) abre uma janela para o futuro. A instituição vai abrigar, em sua unidade de São Paulo, a primeira Sala do Futuro da América Latina, modelo que une ensino de excelência e alta tecnologia. Trata-se de uma sala de aula virtual com telas de altíssima resolução e software de controle online e tempo real de última geração.

Desde dezembro de 2019, o projeto vem sendo negociado pelo diretor geral da ENS, Tarcísio Godoy, com executivos da Mashme, empresa espanhola criadora da Sala do Futuro, e da Samsung SDS, responsável pelos monitores que equiparão o ambiente. A solução estará pronta para operar até a primeira quinzena de maio.

Na Sala do Futuro (Room of the Future, em inglês), é possível conectar até 40 pessoas ao mesmo tempo, de qualquer parte do mundo, com mais 30 alunos presenciais. Ela é dotada de ferramentas para projeção de conteúdos de alta qualidade, estimulando o trabalho colaborativo entre os alunos, que podem ser separados em grupos ou responder a perguntas, pesquisas de opinião e testes.

Tudo é controlado por um servidor local e o restante em nuvem. O ambiente é acessado remotamente pelos alunos por meio de um link dedicado de 200 MB. Duas câmeras de alta resolução colocam os alunos remotos dentro da sala de aula com o professor e os demais colegas, que assistem presencialmente.
Avanço tecnológico
O modelo representa um avanço sem precedentes em relação ao sistema convencional de ensino online. O professor, fisicamente presente, controla as ações no centro da sala por um tablet, tendo a imagem projetada para todos que estiverem conectados. O docente não fica estático diante da tela, ele pode caminhar e abordar os alunos individualmente enquanto acompanham a aula, como se estivessem lado a lado. Cada aluno presencial também conta com um tablet para interação com os colegas que estiverem conectados.

A plataforma permite a análise de todas as ações que ocorrem durante a aula por meio de processamento de dados e imagens. O modelo inclui um sistema de reconhecimento facial que identifica as expressões dos alunos, se estão atentos, interagindo, compreendendo o que está sendo ensinado. Assim, é possível adotar estratégias motivacionais quando o professor considerar necessário. A ideia é aprofundar o ensino personalizado e oferecer ao aluno uma experiência única.

Inteligência artificial
A Sala do Futuro revoluciona a experiência de aprendizagem por meio de inteligência artificial, simulações em tempo real, análises de Big Data, robôs interativos, sistemas de reconhecimento emocional e presença de especialistas, entre outros recursos.

Além das simulações, os professores recebem estatísticas de participação dos alunos e propõem votações sobre os temas de debate para aumentar a colaboração. Todas as aulas são gravadas para possibilitar o acesso e revisão dos conteúdos.

A ENS será a primeira empresa da América Latina a ter a Sala do Futuro. Futuramente, poderá fornecer treinamento a outras corporações que venham a adquirir a tecnologia. Além de atender aos alunos da ENS, o ambiente ficará disponível para locação a terceiros, para uso em palestras, aulas, reuniões e eventos.

“Com essa nova plataforma, a ENS incorpora um modelo de ensino disruptivo, em um ambiente digital inovador e transformador. Estamos quebrando barreiras geográficas e tecnológicas para focar no que importa: o aprendizado de excelência, que é a nossa marca. Será um ensino de maneira significativa, eficiente, motivadora e global. Essa tecnologia sofisticada é um grande impulso para esse objetivo, que visa eliminar a fronteira entre educação presencial e online”, diz Tarcísio Godoy, diretor geral da ENS.

Para o presidente da ENS, Robert Bittar, a Sala do Futuro chega para atender não somente às demandas de ensino da própria Escola, mas para conectar toda a indústria de seguros e segmentos correlatos. “É um avanço sem precedentes para o nosso setor e outros que com ele interagem, pois poderemos promover encontros com até 70 pessoas dos mais distintos e remotos locais, com absoluta fluidez, interatividade e excelência audiovisual”.

Novas parcerias

Outra parceria estratégica firmada recentemente pela ENS foi com a CECyber, para fornecer soluções de capacitação especializada em segurança cibernética focadas especialmente no mercado de seguros. A oferta das empresas inclui treinamento com o Cyberbit Range, plataforma israelense que proporciona capacitação prática em cenários de ataques cibernéticos para especialistas de Segurança da Informação, além de diversas abordagens de capacitação para endereçar as vulnerabilidades dos sistemas de segurança corporativos, através da simulação hiper realística de um SOC (Security Operation Center).

Galeria de Fotos

Escola de Negócios e Seguros lança a primeira Sala do Futuro da América Latina Divulgação
Escola de Negócios e Seguros lança a primeira Sala do Futuro da América Latina Divulgação
Escola de Negócios e Seguros lança a primeira Sala do Futuro da América Latina Divulgação

Comentários