Programa Sebrae Delas visa tornar os negócios liderados por mulheres mais competitivos
Programa Sebrae Delas visa tornar os negócios liderados por mulheres mais competitivosGetty Images
Por O Dia
Rio - Exclusivo para mulheres empreendedoras, o Sebrae Rio lança a edição 2021 do Programa Sebrae Delas. São 140 vagas para quem é enquadrada como Microempreendedora Individual (MEI) e outras 60, para as donas de microempresas (ME). As inscrições vão até o dia 28 de abril, pela internet: https://lp.absuite.com.br/lp/EAZ/sebrae-delas.
O Programa Sebrae Delas visa tornar os negócios liderados por mulheres mais competitivos, por meio do suporte a gestão e melhoria das habilidades empreendedoras. Serão disponibilizadas capacitações, encontros para formação de rede empresarial e consultorias, que contribuirão para o crescimento sustentável dos negócios, impactando positivamente a economia e o ecossistema do empreendedorismo feminino no Estado do Rio de Janeiro.

Carla Panisset, coordenadora do Comunidade Sebrae, afirma que as mulheres empreendedoras já estão à frente de um terço dos negócios existentes no país. “Elas contribuem para a geração de renda e emprego em suas famílias, bairros e comunidades e, por isso, merecem um programa como o Sebrae Delas, que entende as necessidades específicas das mulheres empreendedoras, o que as torna potentes e em que elas precisam suporte”.
Publicidade
Com duração de até sete meses, segundo o Sebrae Rio, a expectativa é que o projeto comece em maio e vá até dezembro de 2021, sendo priorizada a realização de atividades, de forma remota, em ambientes digitais.
Para os dois públicos, MEI e ME, serão oferecidas capacitações coletivas e consultorias individuais, além de sessões de negócios e encontros estaduais para fortalecimento de redes. Entre os temas que serão abordados estão “Inspiração e Empoderamento Feminino”, “Habilidades Comportamentais – Soft Skills”, “Planejamento Estratégico”, “Finanças” e “Marketing Digital”.
Publicidade
O Programa é subsidiado pelo Sebrae Rio, mas as empresas selecionadas deverão efetuar o pagamento de R$ 100 (MEI) e R$ 300 (ME). Os valores poderão ser parcelados em até 12 vezes, por meio de cartão de crédito.
No Estado do Rio de Janeiro, 37% dos negócios, por conta própria e empregador, são formados por mulheres empreendedoras (722 mil); 70% delas têm ensino médio ou superior completo e 20% estão na faixa etária de 35 até 44 anos. O estado concentra mais de 1,9 milhão de empreendedores (Pnad-C / IBGE do 3º Trimestre de 2020).