CIEE/Rio promoverá, nesta quarta-feira (14), uma palestra sobre arbitragem e mediação de conflitos
CIEE/Rio promoverá, nesta quarta-feira (14), uma palestra sobre arbitragem e mediação de conflitosReprodução/Pexels
Por O Dia
O CIEE/Rio promoverá, nesta quarta-feira (14), uma palestra sobre arbitragem e mediação de conflitos. O evento virtual vai acontecer das 10h às 12h e terá como tema "A mediação e a arbitragem no dia a dia". As inscrições podem ser feitas pelo telefones (21) 3213-9170/9103 ou pelo e-mail [email protected]r. 
No final do encontro, haverá um sorteio e o vencedor ganhará uma bolsa integral para cursar o módulo teórico de formação e capacitação em mediação de conflitos. O curso tem duração de dois meses e é voltado para todas as áreas de atuação do mercado de trabalho. As aulas do módulo teórico começam no dia 19 de abril. Os interessados no curso da Câmara Equilibre podem se inscrever pelo e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp (21) 98864-1913.
Publicidade
Estresse
Para Ana Kaiuca, fundadora da Câmara Equilibre de Gestão de Conflitos, o estresse causado pela pandemia aumentou conflitos no trabalho. Na quarentena, na Câmara Equilibre, houve um aumento de 50% no número de casos para mediação tanto para conflitos internos nas organizações, quanto para resolução de casos já judicializados e outros que já buscaram essa via alternativa no judiciário.

"Nesse cenário aumentou o número de conflitos no ambiente profissional. O estresse do confinamento , a nova rotina virtual de trabalho em home office, as extensas reuniões online, a incerteza do futuro e a redução salarial são as reclamações mais comuns", afirmou a Kaiuca em palestra online promovida pelo CIEE/Rio.

Segundo ela, o fato de tudo ter travado nas vias judiciais no início do isolamento social fez com que muitos percebessem caminhos alternativos, como a mediação, a negociação, a conciliação e à arbitragem, para resolver as divergências. A mediação, a arbitragem e a negociação fazem parte do conjunto de métodos alternativos de resolução de conflito, que dão à sociedade uma autonomia para resolver desentendimentos sem ter que ir para a Justiça.
Publicidade
De acordo com o CIEE/Rio, para as empresas, não é diferente, a mediação se utiliza de ferramentas muito úteis na dinâmica da convivência, porque ajuda a compreender e dissipar qualquer mal estar, tornando o ambiente de trabalho mais leve e saudável, aumentando a produtividade, propiciando decisões mais acertadas, além de minimizar demissões que trazem prejuízos às empresas.

Confira algumas das consequências que as brigas no trabalho podem causar no dia a dia, conforme o CIEE/Rio:
- Mal-estar dentro da equipe;
- Inimizades que prejudicam o ambiente de trabalho e o bom andamento da empresa ;
- Sabotagem profissional;
- Divisão da equipe;
- Instabilidades emocionais que prejudicam a saúde , concentração e a produtividade dos colaboradores.
- Ignorar as brigas no trabalho, portanto, pode acarretar em problemas crônicos dentro da empresa. Daí a importância em saber lidar com cada caso individualmente para obter o melhor resultado. "Temos visto a eficácia destas ferramentas em vários aspectos em todas as áreas do direito", finaliza Ana Kaiuca.