Programa de verão da Serasa Experian incentiva presença feminina na tecnologia com turma só de mulheres

As quatro alunas selecionadas estão vivenciando rotina de cientistas de dados no laboratório de inovação da companhia; processo teve mais de cem inscritos

Por O Dia

As quatro alunas selecionadas estão vivenciando rotina de cientistas de dados no laboratório de inovação da companhia; processo teve mais de cem inscritos
As quatro alunas selecionadas estão vivenciando rotina de cientistas de dados no laboratório de inovação da companhia; processo teve mais de cem inscritos -
São Paulo - Hoje é Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência e a Serasa Experian celebra a atuação da primeira turma totalmente feminina do Summer Lab, programa de verão do seu laboratório de inovação (DataLab). Até março deste ano, as quatro alunas escolhidas vão vivenciar a rotina de cientista de dados dentro do laboratório, atuando no desenvolvimento de projetos de Data Science focados na busca por alternativas e prototipação de ideias para lidar com os impactos sociais em soluções de machine learning. 
“É importante que cresça a representatividade feminina no ambiente de trabalho, principalmente em áreas majoritariamente masculinas, como na tecnologia. Com nosso trabalho de verão, queremos trazer o exemplo de que esta é sim uma área onde as mulheres devem se sentir à vontade para aprender e crescer na vida profissional”, diz o diretor do DataLab da Serasa Experian, Marcelo Pimenta.

Com mais de cem inscritos, as selecionadas se destacaram no processo após análise curricular, histórico escolar, carta de apresentação e entrevistas. “Sabemos que, desde pequenas, infelizmente, as mulheres não são estimuladas a seguirem os estudos nas áreas de ciência e tecnologia. Precisamos mudar esta realidade, por isso, aqui no DataLab decidimos fechar essa nova turma dando oportunidades para jovens de diferentes regiões do país, que tinham interesse em participar de uma experiência única e inovadora dentro de uma empresa líder global”, comenta Pimenta.

Três das estudantes selecionadas são de fora da cidade de São Paulo, como Ornella Scardua, que veio do Espírito Santo. Para ela, a maior motivação foi o incentivo à inserção de mulheres na tecnologia e pela oportunidade de adquirir novos conhecimentos. “Não espero menos do que aprender a todo momento e contribuir para redes colaborativas nesse meio dos dados, ao mesmo tempo que possa progredir na minha área e como pessoa”, afirma. A estudante cursa Estatística pela Universidade Federal do Espírito Santo.
Conheça as outras participantes:

Rafaela Sousa, de Manaus (AM)

Formada em Engenharia de Computação pela Universidade do Estado do Amazonas, Rafaela veio para São Paulo para participar do Summer Lab. Já participou do programa de iniciação científica pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas, além de atuar como cientista de dados em empresas da região. A motivação para participar do Summer Lab veio “do fato de ter que lidar com problemas reais, conhecer novas pessoas e poder trabalhar em equipe”.

Maria Giulia Martins, de Campinas (SP)

Cursando Engenharia da Computação na UNICAMP, Maria Giulia participou do projeto de iniciação científica voluntária na área de Data Science e Data Mining da Universidade. Está em São Paulo para o programa e espera “aprimorar os conhecimentos nas áreas de Data Science e Data Mining e aprender ainda mais sobre estes campos tão em alta hoje em dia”.

Lucy Anne Omena, de São Paulo (SP)

Cursando Ciência da Computação na Universidade de São Paulo, Lucy é a única que mora na capital, em São Mateus. Ela cursou três anos de Engenharia de Inovação no Instituto Superior de Inovação e Tecnologia, quando se envolveu com inteligência artificial e ciência de dados. Com isso, decidiu direcionar os estudos para inovação tecnológica e procurou o trabalho de verão da Serasa Experian para “conhecer pessoas diferentes, aprender a pensar diferente e a conhecer melhor os problemas do mercado de crédito”.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários