Urna eletrônica - Agência Brasil
Urna eletrônicaAgência Brasil
Por ESTADÃO CONTEÚDO

São Paulo - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou na tarde deste domingo que substituiu 964 urnas eletrônicas que apresentaram problemas em todo o País. O boletim foi atualizado às 14 horas. As urnas foram trocadas por outras eletrônicas que fazem parte da reserva de contingência do tribunal. Segundo a Corte, não há registro de votação manual.

Entre o primeiro boletim divulgado pelo tribunal, das 10 horas, e o atual, houve substituição de 654 urnas - no primeiro, a informação era de 310 substituições. Até as informações mais recentes, urnas com problema representam 0,19% do total das 454 493 dispostas em seções eleitorais.

Os Estados com o maior número de substituições foram Minas Gerais (252), Rio de Janeiro (123), Pernambuco (83), São Paulo (78) e Rio Grande do Sul (54). Em termos porcentuais, as trocas foram feitas principalmente em Sergipe (0,80%), Amapá (0,66%) e Tocantins (0,57%).

Você pode gostar