Paes se apresenta como ficha limpa e pede engajamento de eleitores

Ex-prefeito lembrou sua administração e diz não ter enriquecido com a política

Por MARLOS MENDES

Eduardo Paes estreou no horário eleitoral destacando sua administração e ficha limpa
Eduardo Paes estreou no horário eleitoral destacando sua administração e ficha limpa -
Líder nas pesquisas na disputa pela Prefeitura do Rio, o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) usou sua primeira inserção no horário eleitoral grautuito para lembrar sua administração, incentivar eleitores a pedir votos e destacar sua integridade como ficha limpa. Paes ressaltou que a eleição municipal é importante porque "a cidade não suporta mais um Crivella ou um Witzel. Chega de pessoas despreparadas e de farçantes. Não dá mais para arriscar".

Segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira, Paes tem 30% das intenções de voto, seguido pelo prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), com 14%.

Paes falou diretamente a quem já decidiu votar nele. "Tenho 30 anos de vida pública. Tenho muitos defeitos, mas desonesto eu não sou. Você meu eleitor, tenha orgulho e não se acanhe de pedir votos a vizinhos, amigos e familiares.

O candidato afirmou que as denúncias que o ligaram ao ex-governador Sergio Cabral e à empreiteira Odebrecht são apenas jogo político e que ele venceu na Justiça todos os processos. "Nunca cometi qualquer ilegalidade na Prefeitura do Rio. Não enriqueci na política".

Paes lembrou que existe corrupção "na política, na política e até nas igrejas", mas destacou que "ninguém deve ser condenado pelas pessoas só porque foi amigo ou colega de trabalho de quem se sujou".

Ao final da inserção, a maior de todos os candidatos com 2 minutos e 5 segundos (apenas 3 segundos a maios do que a de Crivella), Paes fez mais uma dura crítica ao principal adversário: "Vamos botar pra funcionar tudo o que foi abandonado pelo Crivella".