Fernando Athaide (de pé) e Junior Cruz participaram do evento - Reprodução
Fernando Athaide (de pé) e Junior Cruz participaram do eventoReprodução
Por O Dia
O Programa Social Sim! Eu Sou do Meio (SESM) promoveu, nesta quarta-feira (28), a segunda e última
sabatina de representantes da sociedade civil organizada a candidatos à prefeitura de Belford
Roxo, na Baixada Fluminense. Neste último dia do evento do projeto Geral do meio 2020, participaram da conversa os candidatos Fernando Athaide (PSB) e Junior Cruz (PSD). No primeiro evento, terça-feira (27), o sabatinado foi Assis Freitas (PCdoB). A sabatina é uma parceria do SESM com a Casa Fluminense.


Desta vez, o encontro foi realizado no Country Club Belford Roxo, no bairro Vila Dagmar. Os
dois candidatos chegaram acompanhados de assessores e, Junior, também por seguranças. O
candidato,é policial Militar licenciado e relatou já ter sofrido três atentados por motivações políticas.

E foi justamente sobre Segurança Pública uma das principais divergências entre os dois. Para
Junior Cruz, uma das soluções para sanar a violência na cidade é armar a Guarda Municipal. Enquanto para Fernando, uma das opções seria investimento em Educação e Cultura. "Estamos vendo a violência descer da favela para o asfalto, cada vez mais tomando as ruas da nossa cidade. De imediato, nosso plano é trabalhar com a Guarda Municipal. Colocando a Guarda municipal, não armada, mas colocando-a na rua para dar uma certa segurança. E hoje existem outras formas e equipamentos para você pode gerar essa segurança e também dar ao guarda uma condição de agente público. Nossa ideia é implantar essa Guarda. Impor e montar, através de parceria com o nosso governo estadual uma estratégia para impor que nosso município não é do tráfico e nem da milícia", disse Fernando, que ainda defendeu que se faça um trabalho educacional e cultural nas comunidades como fator de redução da violência no município.

Na sua fala sobre o tema, Junior citou se disse especialista em Segurança Pública e citou seus 10 anos de Polícia Militar. Não tem forma de vc tirar um fuzil da mão de um moleque sem meter uma bala na cabeça dele. É assustador né? pede ele pra baixar. Quando ele tiver com uma arma na sua cabeça fala pra ele: 'eu vou soltar uma bomba da paz' e dá uma rosa pra ele, bota iluminação na rua. Por incrível que pareça, eu só consegui ver um sinhozinho com um termo maior que ele, com dois dentes na boca e um livro de baixo do braço falar: 'meu filho, deixa eu tentar ajudar esse menino'. Acho que foi o único que conseguiu tirar alguém do tráfico. Fora isso a gente só conseguiu tirar matando, aleijado. Eu pretendo armar a Guarda Municipal. Eu defendo um governo armamentista. Somente uma arma na mão de uma pessoa boa, pode tirar a arma da mão de uma pessoa ruim", disse, não deixando de citar que "somente uma educação a longo prazo vai mudar as próximas gerações porque a nossa já está perdida", declarou.

Ao final do evento, os candidatos foram convidados a assinar uma carta compromisso com a Agenda Rio, documento elaborado pela Casa Fluminense com "Visão e Propostas Coletivas para Justiça Social". O candidato Fernando Athaide assinou, mas Junior Cruz se recusou.

A íntegra das sabatinas pode ser vista nas redes sociais do programa Social Sim! Sou do Meio.