Candidata à Prefeitura do Rio pelo PDT, Martha Rocha, e seu vice, Anderson Quack, no Aterro do Flamengo - Samuel Barcelos
Candidata à Prefeitura do Rio pelo PDT, Martha Rocha, e seu vice, Anderson Quack, no Aterro do FlamengoSamuel Barcelos
Por O Dia
A candidata à Prefeitura do Rio pelo PDT, Martha Rocha, esteve, nesta segunda-feira, no Aterro do Flamengo, Zona Sul. Lá, a delegada afirmou que presenciou o abandono do espaço público vital para a cidade e propôs soluções para uma das principais áreas de lazer e atividade esportiva do carioca.
Martha Rocha destacou que é fundamental que locais que servem para a prática de exercícios ao ar livre fiquem em boas condições de uso. "A gente é um povo que gosta de viver no espaço público, então todo e qualquer espaço público tem que ser fortalecido para que a gente tenha esporte, lazer e segurança. O Aterro não é apenas frequentado pelos cariocas, mas por todo mundo que vem ao Rio de Janeiro".
Publicidade
Candidata mulher melhor colocada nas pesquisas de intenção de voto para a Prefeitura do Rio, Martha Rocha propôs soluções para melhorar rapidamente a infraestrutura e a manutenção do Parque do Flamengo. Dos oito campos de futebol de piso sintético, somente um é beneficiado com parcerias com a iniciativa privada, com uma fornecedora de material esportivo. É o único que está em boas condições de uso.
De acordo com a delegada, os outros sete, que estão sob manutenção somente da prefeitura, estão com piso irregular e extremamente danificados, colocando em risco usuários e usuárias dos campos. Martha Rocha afirmou que tem a intenção de fazer mais parcerias para melhorar a condição destes locais para a prática esportiva. A candidata do PDT também quer ampliar o serviço de aluguel de bicicletas, inclusive elétricas, para incentivar modelos sustentáveis de micromobilidade.
Publicidade
Para frequentar os parques sem se preocupar com a criminalidade, a delegada Martha quer a intensificação da presença da Guarda Municipal nas aéreas de lazer em toda a cidade. "Vamos garantir uma segurança ativa. Vamos estar atentos à questão da zeladoria, do cuidado com esse e outros parques. E vamos estar atentos aos espaços de esportes que estão abandonados. Um espaço bem cuidado, cheio de gente e seguro. Assim será a cidade do Rio de Janeiro", garantiu.
A candidata também destacou que vai trabalhar para que o carioca e os turistas possam exercer o direito de andar em segurança pelas ruas da cidade. "Esses espaços serão cuidados pela Prefeitura, sobretudo os que estão fora do eixo Centro- Zona Sul. Quando a gente olha para o mapa das políticas públicas da cidade, nós verificamos um cuidado maior e mais equipamentos culturais, mais equipamentos educacionais e na área da saúde, neste eixo Centro-Zona Sul. A gente quer que em qualquer lugar da cidade tenha um espaço que possa ser aproveitado pelas famílias cariocas", destacou.
Publicidade
Martha Rocha, que foi a única mulher a chefiar a Polícia Civil do Rio de Janeiro, lembrou que, proporcionalmente, a tropa da Guarda Municipal é maior do que a da Polícia Civil que atende todo o estado. A candidata garantiu que utilizará esta força de forma estratégica para devolver o direito de ir e vir em paz pelo Rio.
"A Guarda Municipal tem quantitativo de mais de sete mil guardas para atuar na cidade. Se você tiver planejamento estratégico, uso de dados, georreferenciamento, ações de inteligência você pode potencializar este efetivo que é qualificado, que é importante, na segurança ativa, contribuindo para a proteção das pessoas. O Rio será uma cidade segura, humana, criativa e sustentável".