Candidato à Prefeitura do Rio pelo PSL, Luiz Lima, no Recreio - Divulgação
Candidato à Prefeitura do Rio pelo PSL, Luiz Lima, no RecreioDivulgação
Por O Dia
O candidato à Prefeitura do Rio pelo PSL, Luiz Lima, fez caminhada na comunidade do Terreirão, no Recreio, na Zona Oeste, nesta sexta-feira. Em seu penúltimo compromisso de campanha, o deputado federal falou sobre propostas de melhorias para favelas, destacando a importância de investimentos na educação e no saneamento básico.

"As comunidades precisam ter o cooperativismo. A gente precisa ter pessoas sendo treinadas para exercer novas profissões. Nosso governo vai olhar pelas comunidades e fazer com que as pessoas sejam bem atendidas pelas clínicas da família. Criaremos condições para as escolas próximas eduquem muito bem os filhos destas pessoas. É bom lembrar que, muitas das vezes, os filhos ajudam a trazer conhecimento para os próprios pais. Então, temos a oportunidade de fazer com que as escolas sejam centros de integração destas comunidades, proporcionando uma melhor qualidade de vida através do conhecimento", ressaltou.

Além de defender mais saneamento básico para os bairros menos favorecidos, Luiz Lima garantiu que vai trabalhar para melhorar a coleta de lixo na cidade, caso vença a eleição.

"Precisamos sanear as comunidades e fazer urbanização. Muitas das vezes são ruelas onde fica muito difícil implantar sistema de esgoto, mas temos que superar esse desafio e mudar a realidade. A coleta de lixo também tem que ser regular. A própria comunidade, através da associação de moradores, tem que se organizar melhor e fazer com que o cidadão não jogue lixo nos canais que passam no meio das comunidades. É importante que a coleta tenha horário fixo, para que as pequenas centrais de recolhimento sejam abastecidas perto do horário que a Comlurb passar", completou.

Em conversa com moradores do Terreirão, Luiz Lima também falou que pretende suprir as carências históricas do local.
"O Terreirão, com seus 15 mil moradores, é uma comunidade muito importante, com um comércio muito forte. É um bairro que precisa de saneamento básico e urbanização. Todos os prefeitos que passaram até agora fizeram apenas o paliativo. A infraestrutura da comunidade tem que ser vista com olhos bem abertos pelo poder público. Mesmo com o problema da queda na arrecadação, nosso governo terá este compromisso."