Ex e atual prefeito, respectivamente, Eduardo Paes e Marcelo Crivella disputam a prefeitura neste segundo turno - Arte O DIA
Ex e atual prefeito, respectivamente, Eduardo Paes e Marcelo Crivella disputam a prefeitura neste segundo turnoArte O DIA
Por O Dia
Rio - No retorno do Horário Eleitoral Gratuito para o segundo turno da candidatura à prefeitura, na tarde de sexta, Marcelo Crivella (Republicanos) abriu o programa agradecendo aos eleitores que votaram neme no primeiro turno, e pôs no ar imagens de pessoas que se recuperaram da covid-19, agradecendo à acolhida nos hospitais cariocas.
Também lembrou que enfrentou enchentes, desabamentos e a própria pandemia durante sua prefeitura. Afirmou também que "dizem por aí" que vem uma segunda onda da covid-19 e acusou Eduardo Paes de não ter a mesma experiência dele ao lidar com o problema.
Publicidade
A vice-prefeita de Crivella, Andrea Firmo, também esteve no programa. Imagens do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) também foram exibidas. No mesmo dia à noite, e no sábado à tarde, repetiu o mesmo programa.

Eduardo Paes (DEM) veio em seguida no primeiro dia e chamou a campanha de Crivella de "a fantástica fábrica de fake news", além de classificá-lo como "o pai da mentira". Também agradeceu os votos dos eleitores e "pelo carinho com que fui tratado no dia a dia da campanha", além de criticar Crivella, falando que o povo do Rio tem sido tratado com descaso "por um prefeito que usou a cidade para favorecer um grupo religioso do qual ele faz parte".
Também mostrou propostas para a saúde do Rio e aproveitou para celebrar o Dia de Zumbi. Na sexta de noite (e no sábado à tarde), mostrou os "sete pecados capitais" do prefeito e culpou Crivella pelo descaso com o covid-19, além de chamá-lo de mau pastor e de "traíra", e de fazer outras acusações.