Lindberg 'esquece' Dilma e fala em Lula e Brizola na TV

Candidato do PT prometeu construir 100 novos CIEPs no Rio de Janeiro

Por nicolas.satriano

Rio - O candidato a governador do Rio Lindberg Farias, do PT, em entrevista ao vivo concedida na manhã desta terça-feira ao SBT, exaltou os feitos do ex-presidente Lula e do ex-governador do Rio, Leonel Brizola. E só citou a presidenta Dilma Rousseff quando questionado pelos jornalistas.

Lindberg Farias durante campanha no Norte FluminenseDivulgação (arquivo)

"É que minha ligação com o Lula é mais próxima. Nos conhecemos desde a época do Fora Collor, como rodamos o país em passeatas. É por isso", justificou Lindberg, lembrando a campanha pelo impeachment do ex-presidente Fernando Collor, em 1992, quando presidia a União Nacional dos Estudantes (UNE) e ficou conhecido como o líder da geração cara-pintada.

Lindberg, que já havia reclamado da proximidade da presidenta Dilma com o governador e candidato a reeleição Luiz Fernando Pezão (PMDB), preferiu atacar os antigos aliados e atuais adversários.

"PMDB no Rio de Janeiro trai de manhã, de tarde e de noite a Dilma. Nunca tiveram postura correta com o Lula, nem com a Dilma", disse o petista, que fez um alerta ao candidato a presidente pelo PSDB e seu companheiro de senado, Aécio Neves: "Aécio cometeu um grave erro político. Ele se aliou ao que tinha de pior na política do Estado, à banda podre da política do Rio de Janeiro. Esse pessoal não tem voto do povo, é muita garganta. Acham que a eleição é ganha só com dinheiro, com poder econômico, mas não é assim", completou.

Em relação ao ex-governador Leonel Brizola, Lindberg Farias reforçou o que tem dito desde antes da campanha: que pretende recuperar o legado dos CIEPs iniciado por Brizola. E prometeu construir 100 novas escolas, adaptadas ao século 21.

"Quando terminar o meu mandato, quero que minha marca seja a do Brizola, quero ser conhecido como o governador da educação. Eu não vou prometer o que não dá para fazer, mas pelo menos 100 novos CIEPs eu vou fazer. Mas um CIEP moderno, com alta tecnologia, ensino técnico profissionalizante, atividades culturais. Brizola fez 503, então pelo menos 100 eu tenho que fazer. E vou fazer", prometeu.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia