TV Zona Eleitoral: Cheia de gás na batida do Olodum

Precisava Dilma bater no tambor e dançar na rua com todo o molejo que Deus lhe deu?

Por bferreira

Rio - Acho digno Dilma Coração Valente ir a Salvador preencher a Lei de Cotas em seu programa de tevê. Mas precisava bater no tambor e dançar na rua com todo o molejo que Deus lhe deu? O Olodum pirou de vez.

Em período de estiagem%2C Dilma foi chamar a chuva na BahiaReprodução

Luiz Inácio bem que havia advertido: “Dilma está com muito gás”. E depois é o pastor que solta pum no Jornal Nacional.

A campanha no Estado do Rio anda fraca de celebridades. Só o deputado Marcelo Freixo salva o elenco, exibindo Caetano Veloso e os atores Gregório Duvivier e Wagner Moura, que apoia o candidato antimilícia com voz de Capitão Nascimento.

Já Pezão ainda não usou na tela seu grande trunfo musical: o jingle feito por Jorge Ben Jor, que solta a voz no rádio: “Ele sabe andar calçado, ele sabe andar de pé no chão, Pezão, Pezão, Pezão...”.

Peço licença para pegar rapidinho a Ponte Aérea, porque é imperdível a série de vídeos de Paulo Skaf, candidato ao governo paulista pelo PMDB. Ainda não viu? Digite no YouTube as palavras ‘skaf’ e lepo lepo’, e prepare a gargalhada.

Na praia carioca, Garotinho anuncia um projeto de Reforço Escolar. Quer abrir vaga para tanto deputado.

A criatividade não conhece limites, e o candidato do PTC inaugura a disputa do troféu Rima Rica: “Meu nome é ‘fácio’: José Bonifácio”.

Tucano seduz canário petista no clipe

Após piar para o PT, o canário foi cantar no ninho do tucano. Zezé di Camargo pintou no clipe de Aécio com a filha Vanessa, Chitãozinho, Xororó e o mineiro Beto Guedes. No Rio, o candidato faturou a Velha Guarda da Mangueira e saiu na frente entre os artistas. Mas faltou criatividade na letra de “Aé, Aé, Aé, Aécio”. Porque “Ey, Ey, Eymael” já manda essa desde 2010.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia