TV Zona Eleitoral: Depois do rebu, o mistério do pastor

Forrest Gump do pleito, o candidato ao governo do estado continua dividindo experiências com o telespectador

Por bferreira

Rio - Forrest Gump do pleito, o candidato ao governo do estado continua dividindo experiências com o telespectador: “Outro dia eu estava num restaurante e ouvi o garçom dizer: quer casa bonita na favela? Vota no Crivella!”

Amarildo saiu do armário%3A é nos carecas que elas votam maisReprodução

Em seguida, um cego que ganhou casa do programa Cimento Social afirmou: “Se tivesse que escolher entre voltar a ver e ter o que eu tenho, preferia ter o que eu tenho”. O bispo segue imbatível.

Na batalha das biografias, o Pastor Everaldo não quis ficar para trás. Contratou time de atores, trilha sonora dramática e imagens em preto e branco para contar sua história marcada por um milagre: pagou os estudos na universidade com o salário de office boy.

A pergunta que não cala, porém, veio na última cena, quando o pastor aparece no escritório de sua empresa fazendo anotações e ostentando um distinto bigode.

Revelado o assassino da novela ‘O Rebu’, novo mistério paira sobre o público no horário nobre: gente, quem matou o bigode de Everaldo?

Mão sobre a Constituição, Ey-Ey-Eymael alerta com voz de crooner: “A corrupção como fera assassina se abate sobre a pátria”. Os Originais do Samba, do Mussum, já traduziam nos anos 80 para o popular: “Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão...”

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia