Por tamara.coimbra

Rio - O horário eleitoral gratuito volta a ser transmitido nesta quinta-feira. Serão dois períodos diários de 20 minutos (tanto para os candidatos a governador quanto para os que concorrem a presidente), e inclui os domingo. O tempo será dividido igualmente entre os candidatos em disputa, dez minutos para cada. O horário eleitoral gratuito vai desta quinta até o dia 24 de outubro.

O TSE afirmou que a decisão foi tomada em sessão administrativa que atendeu a "um pedido conjunto das coligações partidárias dos candidatos" — a presidente Dilma Rousseff (PT), que tenta a reeleição, e Aécio Neves (PSDB).

O horário eleitoral começará com Dilma, que obteve maior votação no primeiro turno, com 41,6% dos votos válidos, alternando a ordem a cada programa. Aécio obteve 33,6% dos votos válidos. Cada candidato terá 10 minutos.

As propagandas de segundo turno, que começarão com as falas dos candidatos à Presidência, serão veiculadas diariamente — incluindo os domingos —, começam às 7h e às 12h, no rádio, e às 13h e às 20h30, na televisão, segundo o horário de Brasília (DF).

A propaganda gratuita no rádio e na TV vai até 24 de outubro, dois dias antes do segundo turno.

Eleições para governador

Em 13 estados, mais o Distrito Federal, terão, no dia 26 de outubro, eleições para o segundo turno. Esta segunda etapa das disputais eleitorais se dá, segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), quando nenhum dos candidatos ao governo atinge mais da metade dos votos válidos. Assim, os dois candidatos mais bem votados seguem para uma segunda rodada de disputa por votos.

No estado onde houver segundo turno para governador — definido também o segundo turno para presidente da República no país —, a propaganda gratuita no rádio e na TV dos candidatos a governador será depois da propaganda eleitoral dos candidatos à Presidência.

Veja quais os candidatos que disputarão o segundo turno nos 13 estados e no DF:

Acre – Tião Viana (PT) x Márcio Bittar (PSDB)

Amapá – Waldez Góes (PDT) x Camilo Capiberibe (PSB)

Amazonas – José Melo (Pros) x Eduardo Braga(PMDB)

Ceará – Camilo (PT) x Eunício (PMDB)

Distrito Federal – Rodrigo Rollemberg (PSB) x Jofran Frejat (PR)

Goiás – Marconi Perillo (PSDB) x Íris Rezende (PMDB)

Mato Grosso do Sul – Delcídio (PT) x Reinaldo Azambuja (PSDB)

Pará – Helder Barbalho (PMDB) x Simão Jatene (PSDB)

Paraíba – Cássio Cunha Lima (PSDB) x Ricardo Coutinho (PSB)

Rio de Janeiro – Luiz Fernando Pezão (PMDB) x Marcelo Crivella (PRB)

Rio Grande do Norte – Henrique Eduardo Alves (PMDB) x Robinson Faria (PSD)

Rio Grande do Sul – Tarso Genro (PT) x José Ivo Sartori (PMDB)

Rondônia – Confúcio Moura (PMDB) x Expedito Júnior (PSDB)

Roraima – Suely Campos (PP) x Chico Rodrigues (PSB)

Com informações do iG

Você pode gostar