Romário formaliza apoio a Pezão no segundo turno

Eleito senador com 4,7 milhões de votos, ex-jogador é um reforço de peso na campanha pela reeleição

Por tiago.frederico

Rio - O ex-jogador Romário oficializou seu apoio à reeleição do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), em um evento num hotel da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, na manhã deste domingo.

Romário, que foi eleito pelo PSB com 4,7 milhões de votos para o Senado, disse que aderiu à campanha de Pezão no segundo turno por conta de três compromissos que o governador assumiu com ele. O primeiro foi a criação de centros para diagnóstico e tratamento de pessoas com deficiência e doenças raras; o segundo envolve políticas contra as drogas, principalmente o crack; já o terceiro compromisso, garante incentivo ao esporte como medida para afastar crianças e jovens da violência.

Romário oficializa apoio a Pezão (PMDB) no segundo turno. Ex-jogador de futebol foi eleito senador do Rio com 4%2C7 milhões de votos pelo PSBSeverino Silva / Agência O Dia

"O Rio de Janeiro tem como melhorar nessas questões e acredito que o Pezão seja o político que está melhor preparado para administrar o Estado e se colocar à disposição com um olhar especial para essas questões", afirmou Romário.

Pezão considerou a adesão de Romário à sua candidatura como uma grande vitória. "Tê-lo comigo é o passaporte para o sucesso. Tivemos algumas poucas divergências políticas, mas sempre tive muito diálogo com ele", afirmou.

Leia mais:

Crivella evita comentar apoio de Romário a Pezão

Recordista de votos, Romário decide apoiar reeleição de PezãoMarina anuncia apoio a Aécio Neves no segundo turno

O governador também comentou a sua polêmica propaganda eleitoral da noite deste sábado, que mostrou uma reportagem contra a Igreja Universal e denúncias ao Bispo Edir Macedo, tio do seu adversário político, o senador Marcelo Crivella.

Pezão disse que apenas reagiu à agressões que sofreu de Crivella, "inclusive à sua família". Apesar disso, o governador afirmou que hoje amenizará o tom e que veiculará apenas suas propostas para o Estado do Rio.

"Nunca dei o primeiro tom de ataque. Estou reagindo às agressões que sofri e mostrando quem está por trás do meu adversário", falou Luiz Fernando Pezão.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia