Crachá neles! Alguns jogadores convocados são desconhecidos no Brasil

Filipe Luís, Dante, David Luiz e Luiz Gustavo buscam reconhecimento da torcida

Por fabio.klotz

Goiânia - Durante décadas, o apelo popular ajudou ou atrapalhou as convocações da seleção brasileira. Craques eram amados, ou odiados, e suas convocações reverenciadas ou criticadas pela população. Com a chegada de mercados emergentes como Rússia, Ucrânia e a saída muito cedo dos jogadores, alguns que chegam à Seleção não são mais conhecidos do povão.

No Brasil%2C Filipe Luís defendeu o Figueirense Divulgação

É o caso do lateral Filipe Luís, os zagueiros Dante e David Luiz, e do volante Luiz Gustavo, desconhecidos no Brasil, por terem saído muito cedo do País, mas em alta no futebol internacional e com o técnico Luiz Felipe Scolari.

O lateral-esquerdo, que barrou Marcelo contra a Inglaterra, começou no Figueirense e fez apenas 25 jogos no Brasil. Apesar de propostas para se naturalizar italiano e polonês, Filipe se manteve fiel às origens e após boas passagens pelo Real Madrid B e Ajax, se firmou no La Coruña, de onde só saiu em 2010 por R$ 30 milhões para jogar no Atlético de Madrid.

“Joguei o Brasileiro de 2003 e metade de 2004 pelo Figueirense. Estava sendo conhecido aqui no Brasil. Mas saí muito cedo e fiquei surpreso como o pessoal esqueceu do meu nome rapidamente. Você tem que provar às pessoas que você pode estar na seleção brasileira. Ao mesmo tempo, é um desafio muito interessante que nós temos. Isso não tira a vontade de um dia voltar a jogar aqui”, explicou Filipe Luís.

Reconhece%3F Dante rodou até chegar ao Bayern de MuniqueDivulgação

Campeão europeu com o Bayern de Munique, Dante passou apenas pelo Juventude nas longínquas temporadas de 2003 e 2004. Após 19 partidas, foi para o Lille, da França, e depois passou três temporadas na Bélgica, no Standard Liège e Charleroi. Mas foi a ida para o Borussia Mönchengladbach que mudou a sua vida. Suas boas atuações o levaram para o Bayern. O zagueiro entende esse desconhecimento por parte da torcida brasileira:

“Hoje em dia, nem todos têm condições de assistir ao campeonato lá de fora. O povo se baseia aqui no Brasil, algo lógico. Temos que nos adaptar, fazer por onde sermos mais conhecidos e ter confiança de todos”.

Também do Bayern, o volante Luiz Gustavo nunca atuou em um grande time do Brasil e apenas defendeu o Corinthians de Alagoas e o CRB. Já David Luiz fez 47 partidas pelo Vitória antes de ir para o Benfica, de Portugal.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia