Fabiana Beltrame exalta forte ligação com o remo: 'É tudo na minha vida'

Em bom momento, atleta está otimista para próximos torneios e admite grande sonho da conquista de uma medalha olímpica

Por rafael.arantes

Rio - Ela é o nome mais expressivo no remo no país. Fabiana Beltrame é a grande referência quando o assunto é a modalidade e se no ano passado o sentimento era o de frustração, este ano a atleta experimenta uma ótima fase. Sem medalha nas Olimpíadas de 2012 e sem conseguir disputar o Sul-Americano em razão de uma lesão, agora a remadora só tem motivos para comemorar. Bronze na etapa de Eton e Ouro na de Lucerna da Copa do Mundo de Remo deste ano, nada pode ser melhor do que ser recebida com festa ao voltar para casa.

"Tudo o que conquistei foi graças ao esporte, não só no lado profissional, mas até no pessoal. Posso dizer que minha vida é o remo", afirmou.

Fabiana tem forte relação com o remo%3A 'É tudo na minha vida'Reprodução Internet

Na última semana, Fabiana voltou ao Rio após sua segunda medalha no Mundial e foi recebida com grande festa no Flamengo, clube onde treina. Fogos, flores e comemorações marcaram o dia da atleta, que garante estar em ótima fase na carreira profissional.

"O ano de 2012 foi um pouco frustrante para mim, pois não consegui repetir os resultados de 2011. Tive que achar uma parceira às pressas para competir os Jogos. Felizmente, consegui voltar a ter bons resultados neste ano de 2013, mesmo depois de ter sofrido uma lesão em abril, que me deixou de fora do Campeonato Sul-Americano", declarou a remadora, que aproveitou para garantir sua total recuperação da lesão sofrida em abril.

"Já não sinto mais dor alguma, mas é uma coisa com a qual vou ter que preocupar para o resto da vida, para que ela não volte a incomodar. Faço exercícios de fortalecimento da lombar diariamente, assim como alongamento", concluiu.

Fabiana conquistou medalhas nas últimas duas etapas da Copa do MundoDivulgação

De olho nos próximos torneios

Após as duas medalhas nas etapas da Copa do Mundo, Fabiana quer voar ainda mais alto. Prestes a disputar o Mundial da Coreia, que acontece entre os dias 25 de agosto e 1º de setembro, em Chungju, a remadora se garante otimista e afirma que a preparação para o torneio já se encontra a todo vapor.

"Depois deste bom resultado na última etapa da Copa do Mundo, estou com boas expectativas para o Mundial. Vai ser mais difícil, as atletas vão estar mais preparadas e focadas em me vencer, mas estou focada a seguir melhorando até lá, tanto física, quanto tecnicamente", disse.

Sonho da medalha olímpica

Quando o assunto são as Olimpíadas de 2016, Fabiana também se mostrou confiante e revelou que seu maior sonho é alcançar uma medalha olímpica, fato inédito para o Brasil na modalidade. Após a frustração nos últimos Jogos, a motivação atual é maior e a remadora segue como a grande esperança para a conquista na categoria entre os atletas do país.

"A medalha olímpica é meu grande sonho e vou tentar realizar nos Jogos do Rio. Estou confiante e esperançosa. O novo técnico da seleção feminina, Júlio Soares, tem feito um trabalho excepcional comigo, eu melhorei muito em pouco tempo e minhas últimas conquistas mostraram isso. Nos próximos três anos, meus pensamentos estarão voltados pra isso", afirmou.

Rio-2016: Fabiana procura nova parceira

Já com o pensamento nas Olimpíadas de 2016, a atleta está na busca de uma solução para garantir a tão sonhada conquista. Especializada na categoria single skiff peso leve, Fabiana não poderá disputar em sua modalidade oficial, que não consta na lista de esportes olímpicos. Com isso, a atleta precisará achar uma parceira para a disputa da competição na modalidade por duplas. Mesmo ainda um pouco distante dos Jogos, Fabiana já tem uma forte candidata: a jovem Beatriz Tavares, de apenas 18 anos.

"A Beatriz é a favorita sim, porque mesmo sendo muito nova, já tem índices muito bons e combina muito comigo, gostar de treinar sério, é dedicada e disciplinada. Mas ao mesmo tempo, não quero que ela se sinta pressionada, tudo tem o seu tempo, e quando ela estiver pronta, estarei esperando", declarou ela em tom elogioso sobre a colega e possível parceira", concluiu Fabiana.




Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia