Por rafael.arantes

Espanha - O Brasil conquistou nesta quinta-feira a medalha de bronze na prova de maratona aquática de cinco quilômetros por equipe no Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona, enquanto a Alemanha ficou com o ouro e a Grécia com a prata. A equipe brasileira, formada por Samuel De Bona, Allan Do Carmo e Poliana Okimoto (que conquistou sua terceira medalha na competição) fez um tempo de 54m03s12, apenas dois décimos atrás dos gregos.

Trio brasileiro fica com o bronzeEfe

O tempo do time alemão, composto por Thomas Lurz, Martin Reichert e Isabelle Harle, foi de 52m54s09. Os Estados Unidos, campeões em Xangai 2011, na primeira vez em que a prova foi realizada em um Mundial, ficaram longe do pódio, em uma discreta sexta colocação. Samuel de Bona se mostrou satisfeito com a atuação da equipe.

"fizemos um trabalho muito bom para ficarmos com o bronze. Tivemos confiança e nos últimos metros apertamos para conseguir um bom resultado".

Já Poliana Okimoto disse que o "importante" é que o time brasileiro "trabalhou muito e deu tudo" para conquistar a medalha. A equipe de cada país é formada por três nadadores, com pelo menos uma mulher no time. A prova não é de revezamento e os atletas nadam juntos. O tempo final é computado quando o último nadador dos três toca a placa na linha de chegada.

Allan do Carmo e Samuel de Bona ganharam suas primeiras medalhas em Mundiais. No sábado, será disputada a prova de 25 km, que contará com a participação de Allan do Carmo na prova masculina e Ana Marcela Cunha no feminino. Com este resultado, o Brasil já tem cinco medalhas e já faz sua melhor participação em Mundiais de Esportes Aquáticos, superando os quatro pódios de Roma-2009 e Xangai-2011.

Você pode gostar