Por pedro.logato

Sérvia - A Federação Internacional de Tênis (ITF) divulgou nesta quinta-feira a punição de 18 meses de suspensão para o sérvio Viktor Troicki, que não entregou uma amostra de sangue que foi solicitada durante sua participação no Masters 1000 de Monte Carlo.

A entidade explicou que o atleta violou uma das normas antidoping do tênis mundial, por negar a solicitação da amostra sem justificativa válida. No dia 15 de abril, Troicki já tinha sido advertido pela ITF. Na ocasião do torneio, o sérvio entregou apenas a amostra de urina, mas não a de sangue, argumentando que tinha sido autorizado por um funcionário que fazia o exame antidoping, alegando que estava passando mal.

O argumento não foi aceito pelo tribunal da entidade que julgou o caso. Dessa forma, Troicki ficará suspenso até o dia 24 de janeiro de 2015. Além disso, seus resultados no Masters 1000 de Monte Carlo foram descartados para critério de pontuação e premiação.

Você pode gostar