Líder da sexta, Vettel se contém: 'Ainda há margem para melhora'

Piloto teve os melhores desempenhos nos treinos do GP da Hungria

Por rafael.arantes

Hungria - Líder dos dois primeiros treinos livres do Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1, o alemão Sebastian Vettel elogiou o carro da Red Bull, mas evitou qualquer euforia de olho no treino classificatória e na corrida, dizendo que a equipe ainda pode evoluir.

"O carro está bom, mas sempre há muito trabalho a ser feito e ainda há margem para melhora", considerou Vettel, que revelou ter ficado chateado por não ter podido fazer simulações de prova.

Vettel sai na frente em treino do GP da HungriaEfe

"Minhas simulações de corrida não foram como eu queria, já que tivemos que abortá-las no começo. Os freios estavam um pouco superaquecidos porque trabalhamos para encontrar o limite", detalhou. O tricampeão mundial ainda elogiou, mesmo que contidamente, os novos pneus da Pirelli, que foram testados na última semana em Silverstone e estrearão em corrida no próximo domingo.

"Não acho que os pneus estão muito diferentes, mas acredito que foi dado um passo na direção correta", limitou-se a dizer.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia