Atacante da seleção do Equador morre aos 27 anos

Christian Benitez era um dos destaque da equipe e já havia marcado 4 gols nas Eliminatórias para a Copa de 2014

Por bernardo.argento

Qatar - O mundo do futebol está de luto. Nesta segunda-feira, o atacante Christian Benítez, de 27 anos, destaque da seleção equatoriana, morreu após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Ele foi levado ao hospital com dores abdominais, mas acabou não resistindo e veio a falecer.

Jogador tinha apenas 27 anos e era um dos destaques da seleção equatoriana Reuters

Conhecido como "Chuchu", o jogador foi artilheiro do campeonato mexicano por três anos seguidos, jogando pelo América-MEX. O atacante tinha acabado de ser vendido para o El Jaish, do Qatar, por 11,7 milhões de euros, quase R$ 35 milhões. No dia anterior, o atleta havia estreado pela nova equipe na vitória de 2 a 0 sobre o Qatar Sports Club. O atual clube lamentou o ocorrido. 

"O clube gostaria de dar suas mais sinceras condolências à família do jogador. Benítez se integrou recentemente vindo do América por três temporadas. O jogador estreou no time na partida de ontem contra o Qatar Sports Club, na Sheikh Jassem Cup, sem reclamar de qualquer problema de saúde. Sua partida repentina é um grande choque para cada membro da comissão técnica e administração do clube. Foi um jogador que, a despeito do breve período que aqui esteve, vai ser lembrado pelo grande caráter", afirmou o Al Jaish em nota oficial.

Pelo Equador, Benitez fez 24 gols e estava perto de ser o maior goleador da história da Seleção. Faltava apenas balançar as redes mais 7 vezes para alcançar Augustín Delgado, o detentor da marca. O atleta ainda atuou na Copa do Mundo de 2006.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia