Isinbayeva conquista o título mundial; Fabiana Murer fica em quinto

Russa faz a festa em casa e mostra por que é uma das melhores da história

Por bernardo.argento

Rússia - A russa Yelena Isinbayeva foi campeã no salto com vara, no Mundial de Moscou, alcançando a marca de 4,89m. Com isso, Isinbayeva volta ao posto mais alto do pódio, após o título conquistado em 2007, em Osaka. A brasileira Fabiana Murer, ex-campeã, decepcionou e não conseguiu conquistar nenhuma medalha, parando na marca de 4,75, ficando na quinta posição. Além de Isinbayeva, completaram o pódio a americana Jennifer Suhr com a prata e a cubana Yarisley Silva com o bronze.

Isinbaeyva conquistou o ouro com ao superar a marca de 4,89m Reuters

A disputa começou com Fabiana passando com tranquilidade no primeiro salto, com 4,55m, e também superou de primeira os 4,65m. A brasileira, porém, falhou nas três tentativas para superar os 4,75m e ficou fora do pódio. A russa Yelena Isinbayeva passou na segunda tentativa, com facilidade, nos 4,65m. Em seu terceiro salto, ela superou a marca de 4,75m e depois os 4,89, na primeira tentativa.

A final ficou entre Isinbayeva, a americana Shur e a cubana Yarisley Silva. As duas falharam e não conseguiram superar a marca da russa, que foi campeã e fez a festa. No desempate, a americana ficou com a prata por ter ultrapassado primeiro os 4,82m e a cubana com o bronze.

Com o ouro garantido, Yelena tentou superar o recorde mundial, de 5,06m, que pertence a ela. A musa, porém, errou as três tentativas. Nada que estragasse a festa em casa.

Isinbaeyva comemora a conquista Reuters

A atleta multicampeã não sabe se disputa a Olimpíada do Rio, em 2016. A russa já declarou que irá deixar o esporte no ano que vem para ter um filho. Dependendo do seu estado físico na volta às competições, ela decidirá sua participação nos próximos Jogos Olímpicos.

Ao levar em conta todos os mundias disputados, tanto indoor quanto em estádios abertos, esse foi seu sétimo ouro. Além disso, ela também possui três ouros em Olimpíadas e 26 recordes mundiais, sendo uma das atletas mais vitoriosas da história do atletismo.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia