Ferrari diz que não terá primeiro piloto, mas ressalta: 'Importante é a equipe'

Contratação de Raikkonen não representa 'mensagem' para Alonso, garante Domenicali

Por rafael.arantes

Itália - O chefe da equipe Ferrari, Stefano Domenicali, negou nesta sexta-feira que a contratação do finlandês Kimi Raikkonen representa qualquer tipo de mensagem ao espanhol Fernando Alonso, mas deu um recado aos dois pilotos: "o importante é a equipe".

"Se alguém vê a chegada de Kimi como um torpedo anti-Alonso, pode se tranquilizar. Alonso é um de nossos grandes patrimônios e continuirá sendo. E ele é suficientemente inteligente para saber que um companheiro de equipe forte só pode trazer vantagens. Antes de tudo, vêm os interesses da equipe, e depois, os dos pilotos", destacou Domenicali em entrevista ao canal espanhol 'Antena 3'.

Ferrari não terá 'primeiro piloto'Efe

"A chegada de Raikkonen Não representa nenhuma troca na gestão da equipe. Desde que a Ferrari começou na F-1, seus pilotos começam o ano em pé de igualdade. Depois, com o passar da temporada, surgem situações nas quais é lógico e justo colocar um piloto a serviço do outro. Já aconteceu e continuará acontecendo", completou.

Domenicali ainda rejeitou o rótulo de 'dream team' para a dupla de pilotos da Ferrari no ano que vem, mas encheu Alonso e Raikkonen de elogios. "É simplesmente a equipe mais forte que poderíamos formar. Acreditamos que a dupla Fernando-Kimi não tem adversários no campeonato em termos de talento e experiência, de espírito de competição e de capacidade de desenvolvimento do carro", enalteceu.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia