Crise de Eike atinge o vôlei

OGX diz não ter condições de manter patrocínio. Clube afirma que segue ‘em busca dos mesmos objetivos’

Por rafael.arantes

Rio - A crise das empresas do ex-bilionário Eike Batista atingiu o vôlei brasileiro e o RJX, atual campeão da Superliga masculina, deverá brigar pelo bicampeonato com um novo nome. A OGX, petroleira de Eike que pediu recuperação judicial em outubro para evitar a falência, confirmou nesta sexta, através de um comunicado, que não tem mais condições de manter o patrocínio para a equipe carioca.

RJX é atingido pela crise de EikeDivulgação

Apesar do baque, o time do Rio garantiu que segue “com os mesmos objetivos”. Um novo nome ainda não foi divulgado, mas o RJX perde a letra X, símbolo das empresas de Eike, e o time passará a jogar sem a marca da companhia na camisa.

“Tendo em vista o processo de reestruturação financeira e o pedido de recuperação judicial apresentado pela OGX no último mês, a companhia não apresenta mais condições de manter o patrocínio do time de vôlei RJX no restante da temporada 2013/2014”, informou a assessoria da OGX.

A companhia afirmou ainda que “espera que o time possa ter continuidade, recebendo apoio de outras empresas”. Procurado pela reportagem, o RJX também se posicionou através de uma nota oficial, lamentando a perda do patrocínio.

“Lamentamos a saída de um parceiro de longa data, fundamental para trazermos o título brasileiro de volta ao Rio de Janeiro depois de 32 anos, e que sempre honrou com seus compromissos”, informou a equipe, no comunicado. “O time segue em busca dos mesmos objetivos, com o apoio de Furnas e do Grupo Petrópolis”, completou.

No dia 9, o jornal O DIA mostrou que o Diário Oficial do Município do dia 7 publicou um repasse de R$ 803.746,82 para o Tijuca Tênis Clube, onde treina o time de vôlei. O montante deverá custear despesas da equipe. Presidente do Tijuca Tênis Clube, Paulo Maciel confirmou a verba e disse que foi quem solicitou o recurso à secretaria de Esportes.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia