Limeira supera eliminação precoce no Paulista e vira sensação e líder do NBB

Armador Hélio destaca bom momento da equipe, aponta o caminho do sucesso e relembra passagem vitoriosa pelo Fla

Por fabio.klotz

São Paulo - A eliminação precoce no Campeonato Paulista ficou no passado. A resposta do Limeira tem sido a melhor possível, com quatro vitórias e 100% de aproveitamento no Novo Basquete Brasil. O tropeço virou motivação para o clube dar a volta por cima, garante o armador Hélio.

Hélio aponta o caminho para Limeira continuar em alta no NBBDivulgação

"Nosso time não era para ser eliminado no Paulista. Isso serviu para nos motivar a provar que foi um acidente de percurso", diz o camisa 5, que aponta os problemas encontrados no Estadual:

"O time não dava liga, não conseguia ganhar, matar os jogos, fazia jogo duro e perdia no fim. Até a gente se perguntava o que acontecia. Talvez falta de entrosamento, cada reforço veio em uma parte do campeonato. A eliminação machucou muito, mas deu mais tempo para treinar e fazer uma segunda pré-temporada."

Agora, a rotina de vitórias faz parte do dia a dia de Limeira. Foram quatro triunfos, todos como visitante. Sensação do NBB, o clube paulista lidera o torneio.

"O time está ficando do jeito que queremos. A meta é alcançar a melhor posição possível na classificação para garantir mando de quadra nos playoffs. Assim, almejar uma Sul-Americana e buscar coisas melhores", diz Hélio.

Um dos mais experientes do elenco, Hélio dá a receita para Limeira ir longe.

"Estamos muito empenhados na defesa. Na temporada passada, o Flamengo só conseguiu aquela série invicta porque estava defendendo muito bem. Estamos nesta pegada. Temos a melhor defesa do campeonato no momento. É continuar a trabalhar em cima disso. O nosso jogo coletivo ofensivamente e defensivamente está prevalecendo, independemente do destaque individual", afirma.

Hélio tem médias de 12%2C75 pontos e 2%2C25 assistências por jogo neste NBBDivulgação

Hélio usou como exemplo um clube que conhece bem. O armador defendeu o Flamengo de 2007 até 2012 e conquistou dois títulos nacionais (Brasileiro de 2008 e o NBB 1), uma Sul-Americana e seis cariocas.

"Tenho um carinho muito grande pelo clube, lá consegui conquistar muitos títulos, mas não posso ficar preso ao que passou. Fica na história. Só tenho coisas boas e grandes amigos. Só tenho boas recordações", avalia Hélio.

No Limeira, o armador joga ao lado de três parceiros da época de Flamengo: David Jackson, Guilherme Teichmann e Wagner. O trio foi contratado para esta temporada.

"Isso facilita, de saber como pensa, e já começou a dar certo em quadra", avalia.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia