Por pedro.logato
Alemanha - O ministro alemão de Cooperação e Desenvolvimento, Gerd Müller, criticou nesta segunda-feira a escolha do Catar como sede da Copa do Mundo de 2022 e disse que esta decisão nunca deveria ter sido tomada.
"Eu nunca teria dado o Mundial ao Catar", disse Müller, homônimo mas não parente do lendário goleador da seleção alemã.
Publicidade
Müller afirmou que os investimentos no país não são claros e argumentou que deveriam ter sido feitos mais questionamentos sobre a Copa passada, na África do Sul.
"Por um lado, tivemos quatro semanas de espetáculo. Por outro, o empobrecimento da população, isso é difícil de conciliar", disse Müller em referência à África do Sul.