Por pedro.logato

São Paulo - O assunto tapetão ainda dá pano para manga. Ontem, o Ministério Público de São Paulo confirmou a instauração de inquérito para investigar a conduta da CBF, do STJD e da Portuguesa sobre a escalação de Heverton na última rodada do Brasileiro.

Escalação irregular de Héverton rebaixou a LusaDivulgação

O time do Canindé acabou sendo punido com a perda de quatro pontos, o que gerou seu rebaixamento à Série B.

Promotor da área de defesa do consumidor, Roberto Senise Lisboa garantiu que o Estatuto do Torcedor está acima do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e, segundo ele, a única chance de o caso não virar uma Ação Civil Pública é que a CBF devolva os pontos à Lusa.

Na opinião do Ministério Público, a decisão sobre a suspensão de Heverton deveria ter sido publicada antes do jogo entre Portuguesa e Grêmio.

Você pode gostar