A praia do Rio! Caçula, Beach Tennis festeja crescimento pelas areias

Modalidade chegou à Cidade Maravilhosa em 2008 e atleta garante atrativos para os praticantes, que continuam crescendo

Por rafael.arantes

A praia do Rio%3A Beach Tennis comemora crescimentoArte%3A O Dia Online

Rio - O beach tennis é um verdadeiro caçula entre os esportes de praia. A modalidade chegou ao Rio em 2008 e vem conseguindo se firmar bem nas areias cariocas. A penúltima reportagem do "A praia do Rio" mostra justamente o caminhar da categoria que tem duas brasileiras no topo do ranking mundial. A conversa foi com Joana Cortez. A parceira de Samantha admitiu que a trajetória do beach tennis não é fácil, mas que vem demonstrando grandes avanços a cada dia que passa.

"A modalidade chegou aqui em 2008 e a cada ano que passa vem se estruturando cada vez mais. As competições já estão num nível muito bom e também atraindo um número imenso de pessoas para fazer parte da categoria. No início queríamos saber as regras para começar a praticar, mas o esporte está evoluindo cada vez mais e só temos que comemorar", disse Joana, que também ressaltou a boa visibilidade da categoria.

"O beach tennis está conseguindo dar grandes passos. Os torneios estão evoluindo, premiações ficando maiores e até grandes patrocinadores aparecendo. É claro que isso também exige mais da nossa rotina de treinamento e preparação, mas é válido pelo esporte", comentou.

Sobre a rotina de treinos Joana também analisou os esforços necessários. Ao lado de Samantha, a atleta possui uma grande rotina de atividade física. Para ela, a categoria exige um esforço muito grande na preparação mesmo não protagonizando nenhum estilo de contato durante suas partidas.

"Temos uma preparadora física que nos ajuda muito na parte física e funcional. Estamos nos cobrando muito mais nos treinamentos. Queremos manter a liderança no ranking e para isso é preciso esforço. Sabemos também como é difícil manter uma equipe profissional, mas lutamos muito para conseguir isso", disse.

Joana e Samantha se destacam no beach tennisDivulgação

Se os atletas não poupam esforços para estar prontos para todos os desafios junto ao esporte, outro fato que vem agradando é a receptividade que a modalidade está apresentando. O beach tennis vem atraindo cada vez mais gente e isso é normal. A união entre o esporte e a praia é sempre um fator exaltado.

"Temos visto muita gente querendo praticar. No verão é incrível mesmo. Não há quem não goste de praia e praticar esportes é sempre bom. O calor feito no Rio acaba atraindo muita gente para as areias e a curiosidade acaba chamando mais gente. De outro lado, como muitos preferem treinar em horários com o clima mais ameno, a modalidade vem se fazendo sempre presente pelas praias", analisou.

Se o assunto for comparar a modalidade com o tradicional tênis o resultado não será muito positivo. As categorias possuem poucas semelhanças. As raquetes utilizadas são diferentes e pelo material do beach tennis ser fibra de vidro e carbono é mais difícil a existência de jogadas de efeito. Sem quique, a bola também é diferente, principalmente sendo mais leve. Com redes de 1,70 m de altura e sem o estilo de jogo com vantagem, a partida se torna mais dinâmica, até pelas medidas menores da quadra.

"A facilidade existente para aprender e praticar torna esse esporte cada vez mais popular. Isso é muito bom. Estar num ambiente legal, em contato com a natureza e podendo se exercitar é algo para se comemorar. É um esporte sem muito impacto, sem contato, e isso acaba atraindo cada vez mais gente", concluiu.

Dupla é a número um do mundo no beach tennisDivulgação


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia