Procurador vai denunciar caso de racismo contra árbitro

Alberto Franco garante que clube gaúcho poderá perder pontos

Por bernardo.argento

Rio - O árbitro Márcio Chadas da Silva foi vítima de atos racistas, no jogo entre Esportivo e Veranópolis, no Estádio Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, pelo Campeonato Gaúcho. Logo que entrou em campo, o juiz escutou manifestações dos torcedores do time da casa. Após o término da partida encontrou bananas no seu carro.

O racismo poderá render multa ao Esportivo, clube mandante. O procurador Alberto Franco, irá encaminhar uma denúncia e o julgamento deve ocorrer na próxima semana.

"Nós já estamos com a súmula, vai ser entregue na federação, o clube vai ser denunciado no artigo 243-G, do STJD, de injúria racial e pode ser punido com perda de pontos, disse, em entrevista ao programa "Arena Sportv".

Árbitro encontrou bananas no seu carro arquivo pessoal

A direção do time gaúcho enviou uma nota comentando o caso. No texto, o clube lamenta o episódio e afirma que vai investigar o ocorrido.

Confira a nota na íntegra: 

O Clube Esportivo Bento Gonçalves vem a público informar que está investigando as atitudes relatadas pelo árbitro Márcio Chagas da Silva, que no dia 05 de março de 2014 alegou ter recebido ofensas racistas durante a partida ocorrida contra a equipe do Veranópolis Esporte Clube.

De pronto, cumpre destacar que, caso tenham ocorridas tais situações, o Esportivo não medirá esforços para encontrar os causadores dessas ofensas.

O Clube, toda sua direção e equipe são completamente contra qualquer atitude ou manifestação de racismo e não medirá esforços para esclarecer os fatos."

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia