Por bernardo.argento

Rio - Um time dos sonhos do judô se reuniu ontem, em Saquarema, para dar início ao intercâmbio — visando maior troca de experiência — entre equipes de dez países. Nada menos que 13 medalhistas olímpicos e 22 mundiais vestiram o quimono. Entre as mulheres, Sarah Menezes, ouro na Olimpíada de Londres, em 2012, e Rafaela Silva, ouro no Mundial do Rio de Janeiro, ano passado.

Rosicleia Campos, técnica da Seleção feminina, destacou o quanto é importante esse contato com atletas estrangeiras. “As europeias são muito mais agressivas nos treinos. Isso é muito bom para as brasileiras, que estão acostumadas a um treino mais leve, porque já se conhecem”, disse.

Judocas fazem intercâmbio em Saquarema, Região dos Lagos do Rio de JaneiroEdsel Britto / Agência O DIA

No masculino, os grandes nomes são Rafael Silva, bronze em Londres-2012, e Tiago Camilo, prata em Sidney-2000 e bronze em Pequim-2008. Ney Wilson, diretor-técnico da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), espera que o evento entre para o calendário oficial da categoria.

“A época do ano é ideal tanto para nós quanto para os europeus. Temos o Pan-Americano e eles o Campeonato Europeu, em abril. Esse treino prepara os atletas para as competições, e, ano passado já se mostrou muito eficaz com os atletas que participaram, ganhando medalhas”, observa.

Você pode gostar