Por ulisses.valentim

França - Mostrando que pode encarar qualquer gigante do funtebol mundial de igual para igual, o PSG contou com o apoio da sua torcida para conquistar uma importante vitória por 3 a 1 nas quartas de final da Liga dos Campeões contra o Chelsea. Além disso, o clube da capital francesa garantiu uma boa vantagem para o jogo da volta, que será na Inglaterra. Se perder por um gol de diferença, os comandados de Laurent Blanc estarão garantindos para a próxima fase da competição.

Os sul-americanos tiveram destaque importante na partida. Uns positivos outros negativos. Os argentinos Lavezzi e Pastore marcaram dois dos três gols do time parisiense. Já Thiago Silva e David Luiz tiveram uma atuação abaixo da crítica. O "monstro" cometeu pênalti em Oscar, que resultou no gol de Hazard para os Blues, enquanto o camisa 4 do time londrino fez um gol contra quando a partida estava empatada.

Pastore comemora o gol que deixa o PSG com boa vantagem diante o ChelseaReuters

O JOGO

O PSG começou a partida pressionando no campo de defesa do Chelsea. Aproveitando o momento, o time parisiente conseguiu abrir o placar, logo aos quatro minutos. Matuidi cruzou da esquerda e John Terry afastou mal a bola. a Bola sobrou livre para Lavezzi dominar no peito e, com espaço, chutar de canhota no ângulo do goleiro Chech.

A partir do gol tomando, os Blues passaram a igualar a posse de bola e arriscar mais chegadas à meta de Sirigu, mas sem perigo. A primeira chance do Chelsea foi aos 18 minutos, com David Luiz. O brasileiro, que está jogando como volante no time de Mourinho, arriscou de longe, mas o goleiro do clube francês não teve dificuldades para fazer a defesa.

Embora estivesse melhorado na partida, o Chelsea levou um susto aos 24 minutos. O PSG saiu rapidamente em contra-ataque e quase aumenta o marcador. Ibra, que estava no campo de defesa, recebeu bola e fez ótimo lançamento para Lavezzi. O argentino ganhou na corrida de Cahill, mas chutou pelo lado de fora da rede de Cech.

Aos 25, o Chelsea conseguiu o empate. Willian, na ponta direita, achou Oscar na área. O camisa 11 deu um drible em Thiago Silva, que chegou dando carrinho. O árbitro marcou pênalti, corretamente. Hazard cobrou com tranquilidade no canto direito de Sirigu, enquanto o goleiro pulava para o outro lado.

Hazard comemora o gol solitário do ChelseaReuters

Os Blues quase viraram aos 39 minutos. Bem na partida, Willian novamente mostrou precisão. Dentro área e marcado, o brasileiro viu Hazard aparecer livre no lado esquerdo e levantou a bola para o belga. O camisa 17 bateu de primeira, sem deixa a bola cair, e acertou o pé da trave esquerda da meta de Sirigu.

Aos 43, um lance polêmico. Ibra disputou a bola no alto com Terry e tocou de cabeça para Cavani. O uruguaio tentou driblar Cahill, mas o inglês escorregou, caindo com o atacante. Os jogadores do PSG pediram pênalti, mas o juiz mandou o jogo seguir.

Os dois times voltaram sem substituições para a segunda etapa. A primeira chegada de perigo foi do PSG, aos sete minutos. Matuidi cruzou da esquerda e Lavezzi, livre de marcação, cabeceou para fora. Aos 16, o clube parisiense aumentou o placar. Em cobrança de escanteio, a bola passa por tudo mundo, esbarra em David Luiz e entra: 2 a 1.

Ibrahimovic sente dores musculares e o técnico Laurent Blanc decide tirar o craque sueco para botar o brasileiro Lucas. Aos 38, Cavani quase aumentou o placar para o PSG. O uruguaio limpou a jogada e bateu forte. A bola passou próximo da trave de Cech.

Mas o clube francês conseguiria chegar ao terceiro gol. Pastore, que havia entrado no lugar de Lavezzi, fez linda jogada pelo lado direito. O argentinou passou pelo lateral-direito Azpilicueta, driblou Lampard, entrou na área e chutou no canto esquerdo do goleiro do Chelsea.

Você pode gostar