Melhor lateral-esquerdo da Copa de 74, Marinho Chagas morre aos 62 anos

Ídolo do Botafogo, ex-jogador teve uma hemorragia digestiva

Por rodrigo.hang

Marinho Chagas em ação pela Seleção BrasileiraReprodução Facebook

João Pessoa - Ídolo do Botafogo e eleito melhor lateral-esquerdo da Copa do Mundo de 1974, além de ter sido um dos mais destacados desta posição no Brasil em todos os tempos, Marinho Chagas, o "Bruxa", morreu neste domingo, em João Pessoa, aos 62 anos.

Marinho foi vítima de uma hemorragia digestiva que o levou a ser internado às pressas ontem, enquanto participava de um evento ligado à Copa do Mundo na capital paraibana. Em nota oficial, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José María Marin, lamentou a morte do "Bruxa", a quem se referiu como "um lateral com características ofensivas e de muito talento".

Nascido em Natal, Marinho começou sua carreira profissional no ABC e se destacou no Botafogo, pelo qual jogou entre 1972 e 1976. Ele passou ainda por Fluminense e, em 1979, foi contratado pelo New York Cosmos. Nos Estados Unidos, também atuou pelo FL Strikers, e voltou ao Brasil para jogar pelo São Paulo. Marinho Chagas encerrou a carreira no Augsburg, da Alemanha, em 1988, teve curta carreira como técnico e, nos últimos anos, trabalhou como comentarista esportivo em Natal.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia