Barão sem rancor para recuperar o cinturão

Renan promete uma resposta à altura na revanche marcada contra TJ Dillashaw pelo título dos galos

Por pedro.logato

Rio - A nobreza de Renan Barão o impede de ter raiva ou rancor de TJ Dillashaw. O americano tomou seu cinturão dos pesos-galos do UFC e ainda tripudiou pela Internet. Cada um usa as armas que tem. E o brasileiro promete responder à altura dentro do octógono, na revanche marcada para o dia 30 de agosto, em Sacramento (EUA).

Para isso, os treinos foram reformulados, com ênfase à luta de pé e à parte física. A mão que entrou e o levou a knockdown, no primeiro combate entre eles, em maio, não entrará dessa vez.

Barão quer dar volta por cima no UltimateDivulgação

“Levei uma pancada forte no início da luta e, a partir daí, fui no automático. Fiquei lento e não estava raciocinando mais. Dedé (treinador) pedia para eu pôr um golpe e eu não correspondia. estava lutando só com o coração. Então é entrar bem esperto e arisco para evitar que isso aconteça”, afirmou Barão.

LEIA MAIS: Notícias, lutas e bastidores: tudo do mundo do MMA

Na mesma semana em que perdeu o cinturão, uma brincadeira feita pelos americanos da Alpha Male irritou Barão. O nome do potiguar figurou como um dos inscritos no seminário de muay thai ministrado por Duane Ludwig, treinador de Dillashaw. Alfinetada que irritou o brasileiro, mas que não tira seu foco.

“Não sinto raiva dele. Cada um faz o seu trabalho. Venci duas vezes o ‘chefe’ da Alfa Male, o Faber, e não fiz gracinhas. Mas cada um faz o que quer. E eu só quero o meu cinturão de volta”, ressaltou.

Para Barão, TJ teve méritos na conquista, mas contou com um golpe de sorte. Por isso, Barão garante que realiza a melhor preparação da sua vida para não repetir o fiasco do último combate.

“Estou certo que esse cinturão vai voltar para o Brasil. Provei da gana de voltar ao topo, de reconquistar o cinturão. Estou motivado e, se Deus quiser, vou recuperar o título”, afirmou o brasileiro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia