Presidente da AFA, Julio Grondona morre aos 82 anos

Mandatário foi vítima de problemas cardíacos

Por bernardo.argento

Grondona morreu aos 82 anos Reuters

Argentina - Julio Alberto Grondona morreu nesta quarta-feira, aos 82 anos, vítima de problemas cardíacos. O presidente da Associação Argentina de Futebol (AFA) era considerado uma das figuras mais importantes do esporte do país.

Ele se sentiu mal na terça-feira e passou por alguns exames. Em um primeiro momento, a família do mandatário informou que se tratava de uma " ligeira indisposição". Nesta quarta, a imprensa local noticiou sua morte, um pouco antes da intervenção cirúrgica.

Grondona ficou à frente da federação argentina de 1979 até hoje, totalizando 34 anos no comando. Nesse período, a Albiceleste ganhou a Copa do Mundo de 1986, no México, e foi vice-campeã neste ano, no Brasil. A seleção sub-20 foi campeã mundial em seis oportunidades. Além disso, o país conquistou duas medalhas de ouro no futebol olímpico, em Atlanta (1996) e Pequim (2008).

Durante o Mundial de 2014, seu filho, Humberto Grondona, foi acusado de negociar ingressos destinados para federações com grupos de turistas 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia