Ebola faz Confederação Africana mudar jogos das eliminatórias da Copa das Nações

Cerca de duas mil pessoas já foram infectados pelo vírus no continente

Por victor.abreu

Centro de tratamento para vítimas de ebola em Serra LeoaReuters

Egito - A Confederação Africana de Futebol (CAF) solicitou que as federações de Guiné, Libéria e Serra Leoa procurassem 'campos neutro' para evitar que os jogadores fossem expostos ao vírus Ebola.

LEIA MAIS: Confira notícias e bastidores do Futebol Internacional

Estas seleções vão participar das eliminatórias da Copa das Nações Africanas de 2015, e o pedido partiu dos seus adversários na competição.

“A CAF manterá todas as partidas dentro do continente, exceto em Guiné, Serra Leoa e Libéria, onde a doença Ebola registrou um número recorde de infecções”, diz a nota emitida pela entidade.

As federações impedidas de atuar em casa já estariam negociando com países vizinhos para receber seus jogos. A Nigéria é outra que, em breve, pode perder o direito de entrar em campo em seus domínios.

O vírus Ebola já infectou cerca de duas mil pessoas nos três países e causou a morte de 373 cidadãos na Guiné, 323 na Libéria e 315 em Serra Leoa.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia