Dana White se sente culpado por briga entre Jon Jones e Daniel Cormier

Presidente não estava presente no momento em que os lutadores se agrediram em um evento promocional do UFC

Por victor.abreu

Estados Unidos - A confusão entre Jon Jones e Daniel Comier, em um evento promocional do UFC, ainda rende 'ecos' no Ultimate. O presidente da entidade, Dana White, disse que se sentia culpado pela briga, pois ele não estava no local, no momento do bate-boca.

LEIA MAIS: Notícias, lutas e bastidores: tudo do mundo do MMA

Jon Jones e Daniel Cormier se desentenderam em evento promocional do UFC, luta está marcada para janeiroDivulgação

“Na verdade, na minha opinião, foi culpa nossa. O Jones e o Cormier são lutadores e são dois dos caras mais maus do mundo. Eles vão ficar ali e se encarar mesmo. O nosso papel é garantir que isso não aconteça, mas aconteceu”, disse Dana, em entrevista ao site oficial do UFC.

O diretor, Dave Sholler, era o 'mestre de cerimônias' do Ultimate no dia do encontro. Mas o dirigente não conseguiu separar os lutadores e acabou sendo jogado em cima de um banner promocional.

“Dave ‘A boneca de pano’ Sholler não tem muita experiência com esse tipo de evento (encaradas). Foi uma loucura, mas acontece. Isso não é patinação no gelo. Esse é o UFC e o MMA. Qualquer coisa pode acontecer. Não importa se os caras são educados, tudo é sempre explosivo. Em uma encarada dessas, você tem que garantir que nada vai acontecer”, comentou White.

A luta entre Jon Jones e Daniel Cormier foi adida para o dia 3 janeiro, no UFC 182, por conta de uma lesão no tornozelo, durante um treino.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia