Grêmio é excluído da Copa do Brasil por ofensas racistas a goleiro Aranha

Superior Tribunal de Justiça Desportivo decidiu punir o clube gaúcho nesta quarta-feira e também aplicou multa R$ 50 mil

Por bernardo.argento

Rio - O Grêmio está fora da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu punir o clube após torcedores praticarem atos racistas contra o goleiro Aranha, na partida entre o Tricolor Gaúcho e o Santos, na última quinta-feira, pela Copa do Brasil. O clube ainda levou uma multa de R$50 mil e as pessoas que cometeram o racismo estão proibidas de frequentar estádios por 720 dias.

Torcedores do Grêmio foram flagrados xingando Aranha de "macaco" Divulgação

Wilson Pereira Sampaio, árbitro do duelo, foi multado em R$800 e não poderá apitar por 45 dias por não ter relatado o incidente na súmula. Os auxilares receberam multa de R$500 pelo mesmo motivo e suspensão de um mês. O Grêmio deve recorrer da decisão. Se a exclusão for confirmada, o Santo estará classificado automaticamente para as quartas de final da Copa do Brasil e enfrentará o vencedor do confronto entre Ceará e Botafogo.

O Tricolor Gaúcho recebeu a punição por ter sido enquadrado no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva que prevê perda de pontos, mandos de campo ou exclusão do time da competição.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia