No reencontro com a Colômbia, Neymar decide na reestreia de Dunga

Craque faz o gol da vitória da seleção brasileira em Miami

Por fabio.klotz

Estados Unidos - A nova era Dunga começou com a assinatura e o talento de Neymar. Na reestreia do técnico e no reencontro do craque com Zúñiga, algoz na Copa do Mundo, o camisa 10 decidiu. Em amistoso truncado e violento, Neymar fez o gol da vitória da seleção brasileira sobre a Colômbia, nesta sexta-feira, em Miami: 1 a 0.

Neymar decide! Craque fez o gol da vitória da Seleção sobre a ColômbiaMowa Press

Agora capitão, Neymar vai ser o responsável por comandar o time em campo. A reestreia de Dunga contou com atletas da Copa do Mundo, como Jefferson, Maicon, David Luiz, Luiz Gustavo, Ramires, Oscar e Willian, mas a maneira de jogar, sem um centroavante, foi diferente. A Seleção apostou em velocidade e movimentação. A primeira impressão após o vexame no Mundial foi positiva. O Brasil jogou bem. Terça-feira, às 22h, contra o Equador, a Seleção tem um novo teste.

Abraço da paz

Antes de a bola rolar, Neymar e Zúñiga se abraçaram e conversaram por alguns segundos. Na Copa do Mundo, nas quartas de final, o colombiano acertou uma joelhada no brasileiro, fraturando a terceira vértebra lombar e tirando o atacante do Mundial.

O jogo

A paz, porém, não durou muito. O clima não foi nada amistoso. Ligado, Tardelli por pouco não roubou a bola do goleiro Ospina. O primeiro lance violento não demorou a acontecer. Cuadrado acertou Neymar, impediu contra-ataque e recebeu amarelo. O duelo era truncado, de muita marcação e faltas.

FOTOGALERIA: As imagens da vitória da seleção brasileira sobre a Colômbia

O Brasil apostava na movimentação de Oscar, Willian, Neymar e Tardelli. O quarteto contou a presença de Filipe Luís para ameaçar. Oscar achou o lateral, que emendou para o gol. Na sobra, Tardelli empurrou para o fundo da rede. A arbitragem, erradamente, marcou impedimento. O atacante do Galo estava na mesma linha da defesa colombiana.

Ramires deu o troco e acertou Cuadrado, recebendo amarelo. Em contra-ataque, Willian serviu Oscar, que chutou para fora. Ramírez testou Jefferson, que defendeu com segurança. Zúñiga arriscou um chute que passou perto do travessão. Depois, o lateral foi punido por falta em Neymar.

No segundo tempo, Ospina surgiu para salvar a Colômbia em chute de Neymar. Depois, Cuadrado fez falta no craque brasileiro, ganhou o segundo amarelo e foi expulso. Em vantagem numérica, o Brasil partiu para cima. David Luiz cobrou falta, Ospina deu rebote e Fernandinho quase marcou. Dunga, que já havia colocado Fernandinho e Elias no intervalo, fez mais três mudanças. Philippe Coutinho, Everton Ribeiro e Robinho entraram. Oscar, Willian e Tardelli saíram.

No talento de Neymar, o Brasil finalmente abriu o placar. O camisa 10 cobrou falta (o juiz marcou toque de mão de Valdés) com perfeição e fez 1 a 0. A assinatura de Neymar decidiu. Ele será o responsável por guiar a Seleção.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 1X0 COLÔMBIA

Estádio: Sun Life Stadium
Público: 73.429 presentes
Árbitro: David Gantar (CAN)
Gols: Neymar (Brasil, aos 37' do 2ºT)
Cartão amarelo: Carlos Váldes, Zúñiga, Carlos Sánchez e Teófilo Gutiérrez (Colômbia) e Luiz Gustavo e Ramires (Brasil)
Cartão vermelho: Cuadrado (Colômbia)

BRASIL: Jefferson; Maicon, Miranda, David Luiz (Marquinhos, aos 34' do 2ºT) e Filipe Luís; Luiz Gustavo (Fernandinho, no intervalo), Ramires (Elias, no intervalo), Willian (Everton Ribeiro, aos 26' do 2ºT) e Oscar (Philippe Coutinho, aos 26' do 2ºT); Neymar e Diego Tardelli (Robinho, aos 31' do 2ºT); Técnico: Dunga.

COLÔMBIA: Ospina; Zúñiga, Carlos Valdés, Zapata e Armero; Carlos Sánchez, Aldo Ramírez (Santiago Arias, no intervalo), Cuadrado e James Rodríguez (Falcao García, aos 31' do 2ºT); Teófilo Gutiérrez (Bacca, aos 18' do 2ºT) e Jackson Martínez (Guarín, aos 18' do 2ºT); Técnico: José Pekerman.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia