Rummenigge rebate Platini e diz que Ribéry deixou seleção corretamente

Dirigente do Bayern de Munique repudia presidente da Uefa, que ameaçou suspender o craque francês do clube alemão

Por rodrigo.hang

Alemanha - O presidente do conselho diretor do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge, garantiu em entrevista que a decisão de Franck Ribéry de deixar de jogar pela seleção francesa foi tomada em conformidade com a legislação da Fifa, em resposta a ameaça de punição feita pelo presidente da Uefa, Michel Platini. O dirigente francês disse que se o jogador for convocado por Didier Deschamps e se recusar a se apresentar, poderá ser punido e suspenso de três jogos de sua equipe.

Michel Platini diz que Frank Ribéry pode ser suspenso caso não defenda seleção

Ribery revelou que deseja deixar sua vaga na seleção para jogadores mais jovensReuters

"Franck Ribery não pode decidir unilateralmente se joga ou não pela França. Se o técnico Didier Deschamps o convoca, ele tem que se apresentar", disse Platini em entrevista publicada neste domingo pela revista alemão "Bild am Sonntag".

No último domingo, o presidente da Uefa comparou o caso de Ribéry ao de Philip Lahm. Segundo Platini, a decisão final sobre o lateral direito alemão foi do técnico Joachim Löw. Rummenigge também falou sobre a situação do jogador campeão do mundo.

Deschamps cita Zidane ao dizer que é possível Ribéry voltar jogar pela França

"Está tudo esclarecido. Assim como Philip Lahm falou com Löw sobre abandonar a seleção, fez Franck com Deschamps. Ele não será mais convocado. Tudo está em ordem, conforme a Fifa", disse Rummenigge.

Segundo os estatutos da entidade, um jogador é obrigado a defender a seleção se for convocado pelo técnico, mas não há nenhuma punição prevista em caso de acordo prévio para não ser mais chamado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia