Um adeus digno no Maracanã

Flamengo dá adeus ao estádio em 2014 com uma vitória

Por fabio.klotz

Rio - A torcida do Flamengo teve boa despedida do Maracanã em jogo movimentado e agradável, principalmente no segundo tempo. O início foi meio frio, mas o time, aos poucos, se lançou ao ataque e mostrou mais disposição. O gol de Mugni premiou essa superioridade e esfriou de novo o jogo. Tudo, no entanto, mudou para melhor na fase final, porque o Coritiba passou a pressionar o Flamengo, que, como sempre, expôs as falhas da defesa.

Everton e Gabriel se destacaram na vitória do Flamengo sobre o CoritibaBruno de Lima

Ainda bem que a ótima jogada de Gabriel permitiu o segundo gol de Everton, mas, depois do pênalti perdido por Chicão, o Coritiba foi à luta e vendeu caro a derrota por 3 a 2. Everton e Gabriel foram os destaques. Foi uma vitória emocionante, mas que não deve ser tão valorizada porque o Flamengo não é time para festejar a fuga do rebaixamento.

Por baixo

O Fluminense e Botafogo fizeram um clássico nivelado por baixo. O Botafogo, sem qualidade, nervoso e desorganizado, mostrou só garra. Do Fluminense, se esperava mais. O time ficou apenas em chuveirinhos no ataque e, desse jeito, acabou fazendo o seu gol no oportunismo de Edson e na falha de marcação do Botafogo. Mas não será com essa bola que o Flu chegará ao G-4.

Clube em transe

Com o clube quase rebaixado, o Botafogo tem a política interna convulsionada. Todas as chapas se dizem de oposição porque ninguém defende o fim catastrófico da administração Maurício Assumpção. Hoje o candidato da oposição mais autêntica, Carlos Eduardo Pereira, lança sua plataforma e vai indicar Carlos Alberto Torres como gestor do futebol.

Melancólico

A torcida do Vasco não está nem um pouco satisfeita com a situação do futebol. O consolo de estar praticamente de volta à Série A não compensa a amargura de ver o time se arrastando, sem criatividade e até sem vontade, como na derrota para o Ceará. Em 2015, será preciso mudar tudo para resgatar o verdadeiro Vasco. Difícil é imaginar como isso poderá acontecer.

Quase lá

Jogando fora de casa contra um time grande e, mesmo desgastado pela disputa paralela da Copa do Brasil, o Cruzeiro conseguiu importante vitória sobre o Santos. Não brilhou, mas foi sempre superior e mereceu o triunfo com o belo gol de Ricardo Goulart, depois de passe perfeito de Willian. Só uma catástrofe pode tirar o título da equipe mineira.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia