Após ser multado por ida a baile funk, goleiro Dida aparece no Sambódromo

Aos 41 anos, jogador do Internacional não foi relacionado para o jogo contra o São Paulo-RS, pelo Campeonato Gaúcho

Por fabio.klotz

Dida acompanhou o desfile na Marquês de SapucaíRodrigo Stafford

Rio - Sem espaço no Internacional, o goleiro Dida foi refrescar a cabeça na Marquês de Sapucaí, no Desfile das Campeãs, neste sábado. O arqueiro inclusive encontrou com Zagallo, que foi seu treinador na seleção brasileira na Copa do Mundo de 1998.

Em janeiro, o goleiro foi multado pela direção do Colorado por ter ido a um baile funk com o atacante Jorge Henrique, enquanto se recuperava de uma lesão.

No jogo deste domingo, contra o São Paulo-RS, o técnico uruguaio Diego Aguirre escolheu Alisson como titular e Muriel para compor o banco de reservas.

Aos 41 anos, o goleiro vem enfrentando problemas físicos nos últimos meses, mas descarta a aposentadoria antes do fim de seu contrato com o time gaúcho. Dida tem vínculo até dezembro deste ano.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia