Seleção brasileira masculina de futsal é eleita a melhor do mundo em 2014

Time venceu o Grand Prix e o Sul-Americano no ano passado

Por victor.abreu

Rio - Em meio a crise que atinge o futsal do país, a seleção brasileira masculina foi eleita a melhor do mundo em 2014, no Annual Futsal Awards, principal premiação da modalidade, em que Falcão foi o número 2 entre os homens, e três atletas da seleção feminina dominaram a premiação entre as mulheres.

Ao todo, atletas, clubes, técnicos e árbitros concorreram em nove categorias, com o Brasil figurando no 'top-3' em quase todas, inclusive com alguns jogadores naturalizados, que hoje defendem seleções do exterior.

Vencedora do Grand Prix e do Sul-Americano em 2014, a seleção brasileira obteve 814 pontos, e foi seguida pela seleção espanhola masculina (634 pontos) e pela italiana masculina (612). Na mesma categoria, a seleção feminina, campeão mundial, ficou na quinta colocação (253) e a sub-20 masculino foi nona (45).

Falcão é o principal jogador de futsal do BrasilDivulgação

O melhor do mundo entre os homens, pela segunda vez - a primeira foi em 2010 -, é o ala português Ricardinho. O atleta do Inter Movistar, da Espanha, bateu Falcão com boa margem, por 846 pontos a 680 do jogador do Brasil Kirin, de Sorocaba. Brasileiro naturalizado italiano, o ala Gabriel Lima ficou na terceira colocação.

Já no feminino, não houve chance para atletas de outros países, com a ala Amandinha sendo eleita a melhor do ano pela primeira vez na carreira, emplacando o quarto título consecutivo de uma brasileira.

A ala Vanessa, número 1 nas três edições anteriores do prêmio, e a pivô Lú, melhor em 2009, completaram o pódio.

Entre os técnicos, dois brasileiros ficaram no terceiro posto, Serginho Bigode, que comandou a seleção do país até a semana passada, entre os treinadores de equipes nacionais, e Cacau, do Kairat Almaty, do Cazaquistão, entre os clubes.

Roberto Menichelli, da seleção italiana, e o espanhol Jesús Velasco Tejada, do Inter Movistar, venceram as respectivas premiações.

Ainda no degrau mais baixo do pódio subiram o Brasil Kirin, entre os melhores clubes do mundo, ficando logo atrás de Barcelona e Inter Movistar, ambos da Espanha; além de Felipe, o terceiro melhor jogador sub-21 do mundo em 2014, ano em que defendeu duas equipes, o Tyumen, da Rússia, e o Palma Futsal, da Espanha.

Além disso, o brasileiro naturalizado russo Juruna, do Dínamo de Moscou, foi apontado como o terceiro melhor goleiro do mundo, perdendo para o italiano Stefano Mammarella, que levou a melhor na premiação, e o espanhol Paco.

Por fim, na única categoria em que nenhum brasileiro concorria, o italiano Alessandro Malfer foi eleito o melhor árbitro de futsal do mundo em 2014. O croata Sasa Tomic ficou na segunda posição e o argentino Dario Javier Santamaria na terceira.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia