Dirigente holandês retira candidatura à presidência da Fifa e apoia Al-Hussein

Michael van Praag comanda a Federação Holandesa

Por victor.abreu

Michael van Praag era um dos candidatos à presidência da FifaDivulgação

Holanda - O holandês Michael van Praag confirmou nesta quinta-feira a desistência nas eleições da Fifa, que acontecerão no próximo dia 29, e seu apoio ao príncipe jordaniano Ali bin al-Hussein, que atualmente é um dos vice-presidentes da entidade.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e jogos: os destaques do futebol internacional

Van Praag, mandatário da Federação Holandesa de Futebol, confirmou a renúncia em comunicado e convocou entrevista coletiva para esta quinta para explicar os motivos da decisão.

Após a retirada do holandês, são três os aspirantes à presidência da Fifa nas eleições que acontecerão na semana que vem, em Zurique: o suíço Joseph Blatter, que ocupa o cargo desde 1998, o ex-meia português Luis Figo e Al-Hussein.

Em janeiro, após anunciar a candidatura, Van Praag havia alertado que a credibilidade da Fifa está em xeque neste momento e garantido que faria uma gestão transparente caso eleito.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia