Polícia canadense acusa e pede prisão de atleta brasileiro por abuso sexual

Thye Bezerra é o goleiro reserva da seleção de polo aquático

Por renata.amaral

Canadá - A polícia de Toronto expediu um mandado de prisão para o brasileiro Thye Bezerra, de 27 anos, suspeito de abusar sexualmente de uma jovem de 22 anos. O acusado é atleta de polo aquático do Time Brasil e estava no Canadá competindo no Pan-Americano, onde conquistou a medalha de prata com a Seleção.

"Evidências nos levaram a essa acusação e a saber que ele era membro da equipe de polo aquático do Brasil. Independente de onde ele está, estamos trabalhando para ele voltar para cá e responder sobre as acusações", disse Joanna Beaven, chefe do departamento de crimes sexuais local, se referindo ao fato do atleta estar em Kazan, na Rússia, disputando uma competição.

O atleta Thye Mattos bezerra é acusado de assédio sexual durante o PanSátiro Sodré/CBDA

Além de Thye, outro atleta do polo aquático estaria envolvido no crime. A acusação é de que os dois teriam entrado no quarto da vítima no último dia 16, um dia depois da final da modalidade nos Jogos Pan-Americanos. O segundo suspeito ainda não foi identificado.

"Até o momento não fomos contatados pela polícia nem pelo Comitê Organizador. Já fizemos três ações desde que soubemos do caso pela TV. Contatamos nosso advogado, ele contatou um escritório local para se preparar para o que pode acontecer após a coletiva da polícia, e também contatamos o Consulado brasileiro em Toronto, caso haja necessidade de auxílio. Conversei com o Ricardo de Moura e o chefe da delegação, que estão em Kazan. Eles não sabem nenhuma informação, se é homem ou mulher, desconhecem esse fato, estão aguardando nosso retorno com informações depois da coletiva da polícia. Não temos nada oficial, não vamos falar nada enquanto não foi oficial", explicou Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro.

Caso seja condenado, Thye Bezerra, goleiro reserva da seleção brasileira, que no Brasil atua pelo Clube Paulistano, pode pegar até 15 anos de prisão no Canadá.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia