Cavani descarta saída do PSG e pede uma chance como centroavante

Apesar do desejo, uruguaio disse que obedecerá o desejo do treinador Laurent Blanc

Por victor.abreu

França - O uruguaio Edinson Cavani voltou a demonstrar antiga insatisfação, por não ser escalado como centrovante homem de referência no ataque do Paris Saint-Germain, em entrevista publicada nesta quinta-feira pelo jornal francês "L'Équipe".

LEIA: Casillas agradece carinho recebido nos primeiros dias como jogador do Porto

Cavani não pensa em deixar o PSGReuters

"Todo mundo sabe, Cavani é um centroavante e demonstrou coisas boas nessas posição", disse o atleta.

A queixa do uruguaio é antiga e nunca foi escondida, apesar da clara preferência do técnico Laurent Blanc por escalar o sueco Zlatan Ibrahimovic na posição. Por causa disso, ele chegou a tentar forçar negociação. Apesar da nova cobrança pública, o atacante admitiu que seguirá atuando dentro do esquema proposto no PSG, aberto pelo lado esquerdo do ataque da equipe.

"Cavani apresenta outras características que podem ajudar ao time, como recuperação da bola, ajuda na região defensiva. É um extra, que se precisa levar em conta", afirmou o atleta.

Para o uruguaio, o ideal seria mudança do esquema tático, do 4-3-3 para o 4-4-2, fazendo com que Ibra permaneça na equipe, tendo sua companhia como centroavante.

"Acho que esse sistema, que me permite estar mais centralizado, pode funcionar bem. Mas é o técnico que decide", garantiu o ex-Napoli.

Apesar da queixa, Cavani, que tem contrato com o Paris Saint-Germain até junho de 2018, garantiu que não deseja deixar a equipe nesta temporada.

"Me sinto muito bem em Paris, onde sou feliz", revelou o uruguaio.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia