Romário descarta Ronaldo como opção para a CBF: 'Sem condição nenhuma'

Senador afirma que Fenômeno não tem preparo para assumir o cargo de presidente da Confederação

Por renata.amaral

São Paulo - Companheiros de ataque na seleção brasileira durante muitos anos, Romário e Ronaldo passaram a se estranhar fora de campo nos últimos tempos. Apesar da tensão criada entre os dois, o Baixinho explicou a posição do Fenômeno em relação aos recentes acontecimentos no futebol, e afirmou que o ex-atacante não está apto para assumir a presidência da CBF.

"Ronaldo não. Longe disso. Ele não faz parte da sacanagem do futebol. Infelizmente, na Copa, escolheu o lado errado. No final, meteu o pé e entende que esses caras não são o que ele pensava que eram. Mas, para ser presidente da CBF, ele não tem condição nenhuma em termos de preparação", disse Romário em entrevista ao jornal 'O Estado de S. Paulo'.

Romário falou sobre candidaturas à presidência da CBFReuters

O Senador ainda apontou a pessoa ideal para assumir o cargo na Confederação: Leonardo. O ex-lateral-esquerdo já foi dirigente do Paris Saint-Germain e do Milan, clube do qual também foi técnico.

"Uma pessoa que atuou em todas as posições do futebol foi o Leonardo. Não estou dizendo que ele deva assumir. Mas é uma pessoa que tem condições. Já teve experiência e seria um nome interessante", concluiu.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia