Em casa, Macaé fica no zero com o CRB e mantém 'seca' de vitórias na Série B

Equipe do Norte Fluminense luta contra o rebaixamento

Por jessica.rocha

Rio - Lutando contra o rebaixamento para a Série C, o Macaé perdeu uma oportunidade de voltar a vencer pela competição, neste sábado. Diante do CRB, a equipe do Norte Fluminense ficou no empate por 0 a 0, atuando no Moacyrzão. O placar não saiu do zero e as equipes permanecem nas mesmas colocações na Segundona. O Macaé continua em 15º, com 31 pontos, e o CRB em 12º, somando 34 pontos conquistados.

O Macaé volta a campo na próxima terça, às 19h (de Brasília), para enfrentar o Botafogo, longe de casa, no Engenhão. Já o CRB recebe o Mogi Mirim no sábado, a partir das 16h30, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

O JOGO

O Macaé começou melhor na partida, assustando o CRB aos 3 minutos de jogo. Após falha do time nordestino, Anselmo aparaceu sozinho na segunda trave, mas cabeceou nas mãos de Júlio César. O CRB respondeu logo depois com Diego Jussani. Após cobrança de falta de Danilo Bueno, o zagueiro cabeceou e Rafael espalmou.

Aos 24, o Macaé assustou, desta vez com Ramon. Em cobrança de escanteio de Diego, o zagueiro subiu mais alto que todo mundo e mandou por cima. O time da casa voltou a assustar aos 34, com Aloísio. O meia fintou o marcador, invadiu a área e chutou, mas Audálio travou e a bola saiu pela linha de fundo. Antes do fim da primeira etapa, o Macaé assustou novamente aos 42 minutos, com Juninho que recebeu na entrada da área, abriu espaço e chutou colocado. Júlio César fez a ponte, salvando o CRB.

No segundo tempo, o Macaé voltou com a mesma vontade. Juninho quase abriu o placar, aos 4 minutos; a bola passou perto da trave de Júlio César. A resposta do CRB veio com Wellington Saci. Ele chutou forte, da entrada da área, e Rafael espalmou para escanteio.

A partir da metade do segundo tempo, o Macaé cedeu campo ao CRB, que teve chamces. Daniel Cruz perdeu uma chance incrível. Sozinho, após rebote de Rafael, o atacante do CRB acabou chutando muito forte. Nos acréscimos, numa disputa de bola dentro da área do Macaé, o zagueiro Audálio reclamou de um puxão dentro da área, mas a arbitragem não marcou e o jogo seguiu sem gols.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia